Como são testados os quilates em anéis de ouro?

Escrito por andy pasquesi | Traduzido por alice matos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como são testados os quilates em anéis de ouro?
Há diferentes maneiras de testar quantos quilates tem seu anel de ouro (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

Base

A frase "à prova de fogo" se origina de uma técnica popular usada para testar ou "analisar" a pureza do ouro decorativo. Em adição à sua beleza e maleabilidade naturais, o ouro é um dos metais mais resistentes à corrosão. Como tal, os átomos de ouro apenas se dissolvem em um ácido excepcionalmente potente (por exemplo, ácido nítrico).

O sistema de numeração "quilate" é uma escala de 24 pontos utilizada para expressar sua pureza ou "excelência". Por exemplo, o ouro 24 quilates tem 24 partes de ouro e zero partes de outros metais, ou seja, ouro 100 por cento puro. Enquanto isso, o ouro 22 quilates tem 22 partes de ouro e duas partes de outro metal, enquanto o 10 quilates tem 10 porções do ouro e 14 partes de impurezas.

Porque há menos átomos de ouro naqueles de baixo quilate do que nos de alto, eles irão se dissolver em uma menor concentração de ácido nítrico.

Pedra de toque

Independentemente dos quilates, as ligas de ouro são geralmente macias. Desse modo, raspar suavemente a borda de um anel de ouro contra uma pedra plana, como ardósia, vai deixar uma marca pequena e linear na superfície da pedra. Na indústria, este pedaço escuro da ardósia é conhecido como "pedra de toque". Para determinar o quilate de um anel de ouro, o inspetor, ou "analisador", vai primeiro pegar uma agulha pequena e padronizada composta por ouro 10 quilates ou 14 quilates e fazer uma pequena linha na superfície de um pedaço escuro da ardósia. A alguns milímetros desta marca, ele vai raspar a borda inferior do anel para criar uma marca paralela similar.

O teste do ácido

Uma vez que os dois sinais são feitos, o analisador, então, utiliza um conta-gotas para colocar algumas gotas de ácido nítrico em cada linha. A concentração do ácido utilizado depende dos quilates da agulha de teste. Assim, se uma agulha de 10 quilates é usada, ele vai usar o ácido rotulado como "solução de ácido 10 quilates" em ambas as marcas; se for de 14 quilates, ele vai usar a "solução de ácido de 14 quilates" nelas. A única diferença é que o ácido 10 quilates é menos concentrado do que o 14 quilates .

Depois de alguns minutos, ele verifica novamente a pedra de toque. Se a marca da agulha se dissolveu mais que a marca do anel, isto significa que o anel tem um grau mais elevado de quilates que a agulha. Neste caso, o teste do ácido será repetido com uma nova pedra de toque e o próximo grau mais alto de agulha no kit de teste. Com exceção de kits ensaio italianos (que usam um sistema de classificação baseado em decimais), os graus de quilates padrão são 10, 14, 18 e 22 quilates.

O processo é repetido até que tanto as marcas da agulha quanto do anel se dissolvam do mesmo modo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível