Como fazer tinta nanquim

Escrito por laura reynolds | Traduzido por liana fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer tinta nanquim
Foi usada tinta nanquim para os detalhes e o pano de fundo desta aquarela japonesa (DRW & Associates, Inc)

A tinta nanquim, também conhecida como "tinta da China", é uma mistura simples usada há séculos por calígrafos e artistas, que precisavam de um agente que pudesse ser usado como uma aquarela para escrever e desenhar. A tinta nanquim era produzida por chineses, no século três, com ossos queimados e piche. Os japoneses aperfeiçoaram a arte da "Sumi-ê", um tipo de pintura em aquarela que usa apenas tinta preta em papel branco. Durante muito tempo, a fuligem das lamparinas foi combinada com pinhas e outras madeiras queimadas, como base da mistura. Embora seja possível comprar nanquim em lojas de materiais de arte, você pode fazer sua própria tinta para usá-la em aquarelas e em outros trabalhos artísticos.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Fonte de carbono
  • Água
  • Goma-laca

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Encontre uma fonte de carbono, como madeira, ossos ou carvão incinerados (o carvão não queimado contém fragmentos de madeira e serragem). Se possuir lampiões ou lamparinas, recolha a fuligem com um pincel. Cinzas de carvão ou de madeira possuem potassa, uma substância que ajuda a dar liga à tinta.

  2. 2

    Pulverize o carbono em uma vasilha de porcelana, com um pilão de cerâmica ou metal. Isso deve resultar em uma poeira muito fina, que deixa uma leve camada quando soprada da superfície de uma folha de papel. Transfira o pó para uma tigela de cerâmica ou para outro material resistente e não metálico.

  3. 3

    Adicione um pouco de água destilada e mexa a tinta até formar uma aquarela consistente. Pode-se também adicionar álcool desnaturado ou vinagre para diluir a tinta. Água evapora mais lentamente e dá mais tempo de aperfeiçoar a solução. Mais carbono produzirá uma tinta mais preta, enquanto menos resultará em uma tinta mais clara. Como é possível diluir a tinta quando estiver pronta para uso, deixe a solução mais encorpada possível.

  4. 4

    Use um pouco de pó ou flocos moídos de goma-laca como condutor para que o nanquim possa ser usado como carga para uma caneta ou um pincel. Se tiver usado pinha queimada, o carbono já possui uma resina que dará liga à tinta. Chineses usavam gelatina, que demora muito mais para secar do que a goma-laca. Goma arábica, que possui a vantagem de ser solúvel em água, também pode ser usada.

  5. 5

    Armazene a tinta nanquim em uma garrafa bem fechada ou deixe-a secar em pastilhas, para usar em caligrafia ou pincéis artísticos. Esse nanquim estraga rápido, devido à natureza orgânica das gomas, portanto use-o dentro do prazo de um mês a partir da fabricação. A tinta seca em pastilhas tende a durar mais. Tintas comercializadas possuem conservantes para prolongar a vida útil.

Dicas & Advertências

  • Tinta nanquim é vendida em blocos e bastões secos para calígrafos e pintores sumi-ê. Basta um pincel e água para reconstituir a liquidez da substância.
  • O metanol, disponível em ferragens, é usado por artistas para limpar canetas e pincéis entupidos com tinta nanquim que tem goma-laca como liga.
  • Às vezes, a tinta nanquim é formulada com substâncias tóxicas. Antes de usá-la em tatuagens ou em outras artes corporais, confira os componentes e as aplicações recomendadas.
  • Tinta nanquim feita com goma-laca pode entupir canetas. Procure por uma tinta sem essa substância, para usar em canetas tinteiro.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível