Transbordamento de fossas sépticas em períodos chuvosos

Escrito por stephen hasty | Traduzido por ágata erhart
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Transbordamento de fossas sépticas em períodos chuvosos
Os sistemas sépticos ficam sobrecarregados com a água da chuva quando são instalados ou projetados de modo impróprio (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Os sistemas de esgoto residenciais ou efluentes superficiais em áreas externas oferecem riscos à saúde dos moradores e vizinhos. O tratamento dos resíduos pode ser muito caro. Os sistemas sépticos transbordam devido a falhas na bomba, erros de projeto, obstruções da tubulação, falhas no campo de drenagem e erros de instalação. As chuvas contribuem para falhas no sistema séptico hidráulico por sobrecarregarem o campo de drenagem ou explorarem os vazamentos no sistema.

Outras pessoas estão lendo

Água da superfície

Os sistemas sépticos requerem drenagem por calhas nos telhados e bases para que a água seja levada para longe do sistema. Não há propósito algum em direcionar água a um sistema de fossa séptica ou sistema de resíduos sólidos urbanos. Muitas casas antigas utilizam mecanismos de drenagem de resíduos para remover a água do ambiente. Essa água adicional aumenta muito a quantidade de água que entra no sistema séptico. Dimensionadas para suportarem fluxos muito inferiores, as bombas de efluente podem não ser capazes de bombear suficientemente rápido para remover o volume adicional ou podem falhar quando trabalham continuamente.

Vazamento em tanques

Os vazamentos de fossas sépticas e câmaras de bomba criam problemas a curto e longo prazo para todo o sistema. A curto prazo, a água da chuva pode superar a capacidade das bombas de descarregar efluentes de águas residuais no sistema de drenagem. A longo prazo, as fossas sépticas reduzem a força de retenção dos resíduos sólidos, óleos e gorduras no tanque. Durante eventos com grandes quantidades de água, como água da chuva vazando para dentro do tanque, esse material separado pode ser lavado do tanque e fluir na rede de escoamento, levando a falhas na drenagem.

Quebra da tubulação

A quebra da tubulação acontece de forma semelhante ao vazamento de fossas sépticas quando localizada acima do tanque séptico ou da câmara da bomba. A quebra das linhas que alimentam o campo de drenagem pode permitir o excesso de água na tubulação, trazendo com ela todo o solo da região. Projetos de drenagem de campo permitem que quantidades predeterminadas de água se infiltrem através do solo e sejam eficazmente tratadas. Solo que recebe água em excesso pode saturar, reduzindo a quantidade de oxigênio disponível na superfície para tratamento. O solo levado a rupturas na tubulação pode tampar os orifícios, reduzindo a perda da água do sistema.

Áreas de inundação

Campos de drenagem impropriamente localizados em áreas baixas ou em regiões sujeitas a inundações podem ser a fonte do transbordamento da fossa séptica. Os campos localizados por dentro do solo saturam no mesmo ritmo que o solo circundante. A água flui pelo caminho menos restritivo, o qual pode levar ao sistema de tubulação de uma casa. Os resíduos excedentes de água, em um campo de drenagem saturado, não serão eficazmente tratados. O tratamento com base no solo requer um terreno não-saturado em relação às características redoximórficas ou uma área que não mostre sinais de inundação ou de água acumulada. Os campos de drenagem deve ser redesenhados e realocados em áreas não afetadas pela água da chuva.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível