Tratamento homeopático para AIDS em felinos

Escrito por karen taylor | Traduzido por julio vizo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento homeopático para AIDS em felinos
O vírus da imunodeficiência felina (FIV), ou AIDS felina, não é um diagnóstico agradável (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

O vírus da imunodeficiência felina (FIV), ou AIDS felina, não é um diagnóstico agradável. Ele ataca o sistema imunológico e torna difícil para o gato o combate a outras infecções. O vírus é transferido principalmente através de mordidas (saliva ou transferência de sangue). Também é possível propagá-lo quando os gatos se esfregam uns nos outros ou até mesmo comem do mesmo prato de comida. Não existe nenhuma cura conhecida para o vírus, embora uma vacina controversa tenha sido desenvolvida.

Outras pessoas estão lendo

Sintomas

Os primeiros sintomas da FIV podem incluir inchaço dos gânglios linfáticos e um aumento em infecções da pele ou intestinos. O gato pode ficar apático, apresentar febre e perda de peso. Também pode apresentar alterações nos hábitos alimentares e de higiene. Gatos com FIV têm maior risco de sofrerem complicações decorrentes de infecções secundárias, tais como infecções do trato urinário, pele, orais e problemas respiratórios nas vias superiores. Os gatos podem sofrer de infestações fúngicas, parasitárias ou bacterianas, infecções por vezes de organismos que normalmente não causariam doenças em felinos. Alguns gatos podem ter anemia e problemas neurológicos.

Quanto tempo meu gato terá de vida?

Existem várias fases da doença. Nas fases finais, a expectativa de vida de um gato é inferior a um ano. Mas se for diagnosticado no início, gatos FIV-positivos podem viver por anos. Todos os animais devem ser testados anualmente, especialmente os gatos que vivem ou têm acesso ao ar livre. E se você está pensando em trazer um novo gato para sua casa, ele deve ser testado também.

Tratamentos holísticos

Se o seu gato com FIV estiver saudável, faça a manutenção geral com uma dieta de qualidade e, talvez, suplementos, tais como ácidos graxos ou vitaminas ajudarão a manter o animal feliz e saudável. Além disso, existem vários suplementos à base de plantas que podem suprimir o FIV, sem os efeitos colaterais desagradáveis ​​que as drogas modernas, tais como o AZT( o único fármaco aprovado para tratamento de HIV e FIV), por vezes, possa ter. No entanto, os donos de gatos que tentam suplementos caseiros de ervas devem estar cientes de que é possível exagerar na dose. Cuidadosamente meça as quantidades e certifique-se de que o seu gato receba as doses apropriadas. Suplementos de ervas não são regulamentados pela FDA, por isso, é por conta e risco do proprietário tentar este tratamento.

Aqui estão algumas possíveis ervas a serem considerados para o seu gato portador de FIV : Extrato de folha de oliveira, em pesquisas para o tratamento do HIV tem se mostrado promissora, embora não haja nenhuma pesquisa sobre esta erva e a FIV; crisina (extraído da flor de maracujá ), chá verde, melão são caetano, sementes de uva; prunella vulgari - esta é uma erva chinesa, também conhecida como prunella (ela age como um inibidor da fusão do HIV), aloe vera, suplementos e vitaminas, como a vitamina C, zinco, vitamina E e L-Glutamina podem ajudar a fornecer antioxidantes.

A acupuntura e massagens terapêuticas podem ajudar a impulsionar o sistema imunológico do seu gato e fornecer-lhe uma melhor qualidade de vida. Gatos com FIV devem ser tratados imediatamente quando começam a ter as infecções secundárias.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível