Tratamento de queimaduras causadas pelo ácido muriático

Escrito por barbara bryant | Traduzido por caroline zemuner
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento de queimaduras causadas pelo ácido muriático
Nos casos de ingestão do ácido muriático a vítima deve ingerir líquidos, como água ou leite (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Ácido muriático é um outro nome para o ácido clorídrico, que é um líquido altamente corrosivo e intoxicante produzido quando o hidrocloreto, um gás, é misturado com água. O produto é usado em vários processos de fabricação (em processamento fotográfico e no curtimento de couro, por exemplo), e como um antisséptico de vaso sanitário, de acordo com o Departamento de Saúde de Missouri. Esse líquido pode queimar severamente a garganta, o estômago, o tecido nasal e da pele quando inalado, ingerido ou derramado.

Outras pessoas estão lendo

Queimaduras na pele

Lave com água as áreas contaminadas. Altas concentrações de vapor ou líquido podem fazer bolhas e vermelhidão na pele. Em casos extremos, pode provocar ulceração, necrose do tecido ou queimaduras profundas, segundo advertência do Departamento de Saúde de Carolina do Norte. Lave a pele afetada com água corrente por 15 minutos, mas não use sabonete nem a esfregue. Remova qualquer roupa ou joias que possam ter entrado em contato com o produto químico e procure auxílio médico.

Queimação nos olhos

A exposição aos olhos pode provocar irritação e queimação ou causar inchaço, lacrimejamento, visão turva, sensibilidade à luz e cegueira. Assim como a pele, os olhos também devem ser lavados com água por 15 minutos. Levante as pálpebras superiores e inferiores enquanto os enxágua. Se a vítima usa lentes de contato, remova-as. Consulte um médico, se necessário.

Inalação

Leve a vítima ao ar livre e monitore sua respiração. A inalação de quantidades tóxicas dessa substância causa congestão, tosse e sensação de queimação na garganta. Mova-a para longe do local do acidente para tomar ar fresco. Verifique se há irregularidades na respiração e inicie a ressuscitação cardiopulmonar (RCP), se necessário.

Ingestão

Force a ingestão de líquido e busque instruções médicas. Engolir o ácido clorídrico desencadeia rapidamente uma dor forte na boca, na garganta, no tórax e no abdômen, e pode provocar náuseas e vômitos. Faça a vítima beber grandes quantidades de água ou leite para diluir a força do produto químico, mas não a force a vomitar a menos que um médico oriente-o dessa forma. Ligue para um Ceatox (Centro de Assistência Toxicológica) e procure atendimento médico imediato.

Tipos de queimaduras

Se for capaz, avalie a gravidade da queimadura antes de procurar intervenção médica direta. É uma boa ideia consultar-se com um médico se qualquer sintoma ocorrer (e em todos os casos que envolvem alguém que ingeriu o ácido clorídrico). Porém a exposição menor (a curto prazo, em pequenas concentrações) a produtos químicos corrosivos pode danificar apenas uma ou duas camadas superficiais da pele, causando queimaduras de primeiro ou segundo grau, muitas das quais se curarão sozinhas, de acordo com o National Institutes of Health. Nesses casos, cobrir levemente a ferida com gaze estéril depois de ter sido bem lavada com água limpa ajudará a protegê-la até que o tecido cicatrize. As queimaduras de terceiro grau (que penetram em todas as camadas da pele e dos tecidos subjacentes) podem causar dano massivo e permanente, necrose tecidual e cicatrizes. Estas precisam ser tratadas com antibióticos injetáveis ou tópicos para evitar uma possível infecção grave. Em casos extremos , pode ser necessária a substituição cirúrgica do tecido perdido por enxertos de pele . Em caso de dúvida sobre a gravidade da lesão, consulte um médico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível