Tratamentos alternativos para retocolite ulcerativa

Escrito por manny frishberg | Traduzido por bruna latronico
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamentos alternativos para retocolite ulcerativa
A retocolite deve ser acompanhada por um gastroenterologista ou coloproctologista. Discuta a sua dieta e nutrição em conjunto com a equipe médica (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

A retocolite ulcerativa é uma forma agressiva de doença inflamatória intestinal, as DII. Geralmente a retocolite ulcerativa afeta uma área de mucosas no intestino grosso (cólon) e reto. Alguns sintomas associados à doença podem ser: dor na região abdome, diarreia intensa, perda de apetite, perda de peso e, às vezes, até febre. A crise de retocolite ulcerativa acontece quando há sangramento ativo saindo nas fezes, o que indica que o paciente deve procurar auxílio médico.

Outras pessoas estão lendo

Tratamento das DII

As DII são como chamamos a retocolite ulcerativa e a doença de Crohn e, embora essas duas condições nem sempre possam ser diferenciadas por exames, o tratamento é geralmente o mesmo. Os tratamentos recomendados não são voltados para a crise hemorrágica, mas sim para a doença basal. A inflamação crônica do intestino pode causar dor e outros problemas que interferem na vida do indivíduo, e algumas vezes até complicações graves. Não existe cura completa para nenhuma das duas doenças, mas existem tratamentos que podem reduzir os sintomas, até para um controle à longo prazo.

DII é um grupo de doenças mais comum em países desenvolvidos e atinge pessoas em grupos econômicos mais altos e, particularmente, indivíduos sedentários. Outros fatores como estresse, tabagismo e má alimentação também podem piorar a situação. Preste atenção no que come e no nível de sedentarismo. A prática de ioga e técnicas de relaxamento para manejar o estresse podem tornar as crises menos frequentes e graves.

Dieta

Alguns grupos alimentares não são bem tolerados por pessoas que tenham DII. Se você é intolerante à lactose (significa que não consegue digerir bem o açúcar do leite), evitar laticínios e derivados do leite pode ajudar. Elimine da sua dieta tudo que pareça piorar os seus sintomas. Algumas fibras, que são normalmente uma boa escolha para aumentar o trânsito intestinal, podem ser irritativas para pacientes com retocolite. O melhor plano de alimentação é sempre prestar atenção no que come, e como seu corpo reage a determinado alimento, ao invés de simplesmente tentar adivinhar se um é melhor do que outro. Coma pequenas refeições e beba muita água. A deficiência de vitamina D também está associada às DII.

Ervas

Algumas ervas são recomendadas no tratamento sintomático da colite ulcerativa. A camomila é conhecida por ter propriedades antiespasmódicas e anti-inflamatórias, e xarope de olmo é recomendado para diarreia, reduzindo a irritabilidade do trato digestivo baixo. De acordo com o Native Remedies Inflammatory Bowel Disease (Remédios naturais para doença inflamatória intestinal), uma planta chamada ulmária ajuda a proteger o trato gastrointestinal e reduzir a acidez estomacal.

Mais opções

Os prebióticos, usados em conjunto com os probióticos, promovem o crescimento de colônias naturais de bactérias intestinais, são encontrados em alcachofras e outras plantas, e também podem ajudar no intestino. Eles podem ser usados na preparação do intestino com lactobacillus (cultura de iogurte) e outras bactérias benéficas. Pelo menos um estudo relatou possível benefício de ingestão de óleo de peixe.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível