Como tratar ataques de pânico em pessoas jovens

Escrito por karen hellesvig-gaskell | Traduzido por débora santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tratar ataques de pânico em pessoas jovens
Aprenda a reconhecer o transtorno do pânico em crianças e adolescentes (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Os ataques de pânico são assustadores e muitas vezes debilitantes, especialmente para pessoas jovens. Essa doença pode muitas vezes ser difícil de diagnosticar, mas, uma vez que tenha sido, geralmente pode ser tratada. Você pode aprender a reconhecer o pânico em crianças e adolescentes e como responder a isso com o tratamento adequado.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

    Como diagnosticar e tratar o transtorno do pânico em pessoas jovens

  1. 1

    Os ataques de pânico são uma forma assustadora de ansiedade que pode acontecer em qualquer idade, mas podem ser especialmente assustadores para crianças e adolescentes, que possivelmente não entendem o que está acontecendo com eles. Transtornos de pânico normalmente não aparecem até a idade jovem-adulta. Esses ataques podem ser surpreendentes e podem provocar medo, muitas vezes aparecendo do nada. Existem várias maneiras de lidar com essa doença irritante, e muitas vezes debilitante, que afeta cerca de 1,6 por cento dos adultos norte-americanos (cerca de 3 milhões de pessoas). Dez por cento dos jovens têm sido diagnosticados com transtorno do pânico.

  2. 2

    Crianças e adolescentes com transtorno do pânico têm períodos inesperados e repetidos de intenso medo ou desconforto, junto com sintomas como palpitações cardíacas ou falta de ar. Estes ataques de pânico podem durar de minutos a horas. O transtorno do pânico geralmente começa durante a adolescência, embora possa começar na infância. Tais ataques podem interferir com as relações de uma criança ou de um adolescente, com os trabalhos escolares e com o desenvolvimento normal.

  3. 3

    Os ataques de pânico têm um começo, meio e fim bastante previsíveis, mas ainda assim podem ser uma coisa difícil de lidar. Os sintomas mais comuns incluem coração acelerado, dificuldade para respirar, tontura e dores no peito.

  4. 4

    Os transtornos de ansiedade, incluindo transtorno do pânico, são altamente tratáveis ​​para pessoas de todas as idades. Vários medicamentos podem ajudar a evitar os ataques de pânico. Terapia individual ou familiar pode beneficiar uma criança que está sofrendo com isso.

  5. 5

    Os membros da família podem trabalhar juntos para aprender medidas que reduzam o estresse ou formas de evitar a discórdia para ajudar a reduzir a probabilidade de um ataque de pânico. Você pode ensinar técnicas para a criança aprender a previnir o início de um ataque de pânico. Às vezes pode ser ótimo uma combinação de terapia e medicamentos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível