Mais
×

Como trocar pacientes de Alzheimer acamados

Atualizado em 17 abril, 2017

Pacientes acamados dependem de outras pessoas para executar atividades diárias, como trocar de roupa, e precisam ser tratados com cuidados especiais para preservar sua saúde, conforto e dignidade. Pacientes com Alzheimer, um tipo de demência, exige esse mesmo nível de cuidados e respeito. Quando estiver vestindo um paciente de Alzheimer acamado, uma postura de paciência e reafirmação é necessária porque ele pode ficar confuso, assustado ou resistente. Se ele for incapaz de participar do ato de se vestir, a assistência de uma segunda pessoa pode ser necessária para evitar lesões nele mesmo ou nos cuidadores.

Instruções

Pacientes de Alzheimer acamados dependem de cuidadores para realizar tarefas diárias, como trocar de roupa (Indeed/Photodisc/Getty Images)
  1. Junte todas as roupas necessárias e coloque-as em um local fácil e acessível antes de despir o paciente. Arrume os itens na ordem em que eles serão colocados. Por exemplo: roupas íntimas e fraldas geriátricas vão primeiro, sendo colocadas no topo da pilha, seguidas das calças, camiseta de baixo ou sutiã, camiseta e meias.

  2. Garanta a privacidade do paciente fechando as cortinas e portas.

  3. Se necessário, coloque luvas descartáveis.

  4. Ajuste a altura da cama no nível da sua cintura para evitar se curvar desnecessariamente. Isso reduzirá a tensão nas costas e melhorará o equilíbrio.

  5. Abaixe a grade do lado da cama onde você está, certificando-se de deixar o outro lado levantado para a segurança do paciente.

  6. Levante a parte de cima da cama para deixar o paciente em uma posição sentada, se isso não for contraindicado para a condição dele.

  7. Remova a parte inferior das roupas do paciente, incluindo calças e roupas íntimas. Solte botões, fechos ou zíperes da parte da frente. Ajude-o a levantar os quadris (uma segunda pessoa pode ser necessária para isso). Se o paciente for capaz, peça para que dobre os joelhos e empurre com os calcanhares para erguer o quadril, e uma segunda cuidadora pode ajudá-lo a mantê-los levantados. Remova as calças e roupas íntimas, puxando pelo cós e deslizando o tecido até os joelhos. Ajude o paciente a abaixar os quadris. Desdobre seus joelhos e deslize as roupas pelas pernas. Retire os pés dele da calça, um de cada vez. Se o paciente tiver um lado mais fraco devido a um derrame, por exemplo, sempre retire as roupas daquele lado por último.

  8. Solte as abas adesivas das fraldas geriátricas. Ajude o paciente a rolar para um lado. Ficando no meio da lateral da cama, coloque as mãos em suas costas e guie-o para rolar. Não o levante. Fique com as costas retas e os joelhos flexionados enquanto ajuda o paciente. Se ele não for capaz de rolar para o lado, um "puxador" (lençol dobrado a um quarto de seu comprimento) deve ser colocado por baixo das costas dele. Levante o seu lado do lençol para rolar o paciente delicadamente (uma segunda pessoa deve estar do lado oposto para segurá-lo). Encoraje-o a segurar na grade da cama, se ele for capaz. Remova a fralda usada e jogue-a fora. Coloque uma nova por baixo das costas do paciente. Ajude-o a rolar de volta para a posição normal, a dobrar os joelhos e afastar as pernas. Levante a parte da frente da fralda entre as pernas do paciente e feche as abas adesivas.

  9. Vista as roupas íntimas e calças limpas no paciente colocando um pé de cada vez nas aberturas. Enrole as pernas das calças para que seja mais fácil e rápido passar os pés pelas aberturas. Flexione os joelhos dele e deslize o tecido por eles. Ajude-o a levantar os quadris e puxe a peça de roupa até a cintura. Feche os botões, fechos ou zíperes.

  10. Remova as roupas superiores do paciente (camisetas, camisetas de baixo, sutiã). Solte botões ou fechos da frente. Levante a cabeça e os ombros delicadamente e segure-os com um braço (um segundo cuidador pode ser necessário para isso). Retire os braços do paciente das mangas, puxando o tecido para baixo gentilmente. Repita o processo do outro lado.

  11. Continue a segurar a cabeça e ombros do paciente enquanto o veste com as roupas limpas. Coloque o braço mais fraco nas mangas primeiro. Passe o tecido pelas costas dele e coloque o outro braço na manga. Se a peça passa pela cabeça do paciente, coloque os dois braços nas mangas e depois puxe-a gentilmente para baixo, passando a cabeça pela abertura. Deite o paciente no colchão e feche os botões.

  12. Retire as meias do paciente puxando gentilmente pelo topo de uma delas e puxando o tecido para baixo. Repita com a outra meia.

  13. Vire a meia limpa do avesso. Coloque-a nos dedos do paciente e puxe-a para cima. Repita com a outra meia. Escolher meias mais curtas facilita o processo. Se os pés do paciente costumam inchar, pode ser necessário usar uma peça maior para reduzir o desconforto. Se a meia tem costuras, vire-as do avesso para evitar machucados devido à pressão.

  14. Posicione o paciente confortavelmente na cama e atenda a quaisquer outras necessidades antes de sair do quarto.

  15. Retire as luvas e jogue-as fora.

Dicas

  • Estabeleça uma rotina de banho e troca de roupa da pessoa no mesmo horário, todos os dias. Escolha um momento em que o paciente geralmente está calmo e bem disposto, para que a experiência seja menos confusa ou assustadora.

O que você precisa

  • Roupas
  • Roupas íntimas/fraldas geriátricas
  • Meias
  • Luvas descartáveis (opcional)
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article