Tutorial do plano de imagens no programa Maya

Escrito por robert vaux | Traduzido por ricardo guardati
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tutorial do plano de imagens no programa Maya
Imagens 3D podem ser feitas no Maya (3D earth on 3D hand image by Alperium from Fotolia.com)

Ao iniciar um projeto no software de gráficos Maya, muitas vezes você precisa usar imagens de referência, com proporções adequadas e que permitem ao artista de 3D alcançar um equilíbrio com a visão do designer de conceito. A colocação dos planos de imagens é vital para alcançar esses objetivos.

Outras pessoas estão lendo

Referência

As referências para seu modelo podem vir de fotografias ou desenhos de artistas, chamadas de "projeções ortográficas". A fim de alcançar representação mais precisa, deve-se ter pelo menos uma visão frontal, lateral e de três quartos do objeto. Esses planos devem estar livres de gostos ilustrativos, e sem perspectiva, se possível.

Fotos

A foto de referência deve ser tirada com uma lente longa, sem zoom, no modelo. Isso ajuda a eliminar a perspectiva, que pode distorcer a imagem na hora da modelagem. A iluminação deve ser informativa; observe os detalhes da forma. Por exemplo, se estiver modelando um humano, indicadores como sombras sob a caixa torácica ou a curva de luz em torno de um músculo ajudam a determinar a correlação entre as imagens e a tomar decisões de modelagem.

Ortográficas

As "projeções ortográficas" são renderizações de um objeto feitas pelo artista: isolando o objeto de informações irrelevantes (como a renderização estilística e sombras), que pouco informam sobre como a forma se relaciona com as linhas da página. Se estiver desenhando suas próprias projeções ortográficas, devem ser neutras. O desenho "Homem Vitruviano", de Leonardo Da Vinci, é um bom exemplo. Isso fará com que o processo de animação e ajustes seja muito mais fácil, e permitirá trabalhar nos detalhes mais finos sem o modelo no meio do caminho.

Preparando sua imagem

Abra suas imagens em um programa que fornece réguas, como o Adobe Photoshop. Escolha partes não propensas a movimento, tais como a borda externa do olho e o umbigo, para alinhar as imagens. Não se apresse nessa parte do processo. Enquanto melhor alinhadas estiverem as imagens, mais fácil será combinar a referência com seu modelo.

Posicione a imagem

Dentro do Maya, encontre a janela de plano de imagem. Selecione "Exibir", depois clique em "Plano de Imagem" e em "Importar Imagem". Procure a imagem que deseja no disco rígido e pressione "Abrir", a imagem deve aparecer na caixa de visualização.

Ajuste a imagem

Abra o "Editor de Atributos" no Maya e ajuste a imagem de forma que o centro da vista frontal fique no centro da grade. A grade será obscurecida no começo pelo plano da imagem. Verifique a origem do Eixo HUD no canto inferior esquerdo da sua caixa de vizualização para determinar para que direção arrastar seu plano de imagem e colocá-lo atrás da grade. Isso deve resultar em um "Centro Z" de valor negativo, se estiver usando a vizualização frontal padrão. Repita esse processo para as laterais e para quaisquer outras imagens de referência, como a parte superior (geralmente para quadrúpedes ou objetos).

Cuidados

Se notar icompatibilidade com a imagem que passou um bom tempo alinhando, as configurações de "Largura" ou "Altura" podem ser o problema. Para verificar, abra o "Plano de Imagem", clique em "Ver", logo em "Plano de Imagem", depois "Atributos de Plano de Imagem" e "Plano de Imagem", novamente. Isso traz automaticamente o editor de atributo para o plano da imagem. Desça até a subseção "Placement Extras" e anote a "Largura" e "Altura", para garantir que sejam exatamente as mesmas para cada um de seus planos de imagem.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível