O uso de atenolol na dor de cabeça

Escrito por bethany harris | Traduzido por bruna latronico
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O uso de atenolol na dor de cabeça
Enxaquecas têm difícil tratamento medicamentoso (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

Dores de cabeça são uma condição médica muito comum e muitas pessoas experimentam dores tão fortes que podem ser até debilitantes. O atenolol é um medicamento comumente prescrito. Ele é um beta-bloqueador utilizado para tratar condições cardíacas como taquicardia (batimentos acelerados do coração), hipertensão e angina (dor no peito). Seu uso é também comum para enxaquecas.

Outras pessoas estão lendo

O que é enxaqueca

Enxaquecas são dores de cabeça cuja dor é descrita como sendo muito forte, de caráter pulsátil e geralmente em uma única região, como atrás da cabeça ou atrás dos olhos. Antes de experimentar essa dor localizada, alguns sinais comuns de alarme (aura) podem surgir e incluem cansaço, depressão, irritabilidade, vômitos e sensibilidade à luz ou barulhos. Uma enxaqueca pode durar desde algumas horas até dias, e é um fenômeno recorrente.

Se você tem esses sintomas, procure um médico para que ele possa determinar a origem da sua dor e se você realmente sofre de enxaqueca.

Como o Atenolol funciona

O atenolol é prescrito para prevenir crises de enxaqueca. Quando tomado regularmente, a chance de se ter uma crise é diminuída. O mecanismo pelo qual o atenolol funciona em enxaquecas ainda é desconhecido. A correlação pode ser pelo efeito beta-bloqueador restringir a elevação da pressão sanguínea e a vasoconstrição cerebral.

Preocupações

O atenolol é uma droga que apresenta alguns efeitos colaterais, como boca seca, fadiga, tontura e fraqueza. Diminuição na libido, mudanças de peso, desmaios e insônia não são comuns, mas também são efeitos observados pelo seu uso.

Informe ao seu médico ou farmacêutico sobre qualquer outro remédio que esteja tomando. Alguns podem interagir com o atenolol, como medicamentos para hipertensão, antidiabéticos e drogas alfa-bloqueadoras, podendo causar sérias complicações.

Informe também ao seu médico caso você esteja amamentando, grávida ou planejando engravidar. Existe potencial risco para o feto e efeitos de interação durante a amamentação.

Quando parar

O acompanhamento médico vai monitorar o progresso do uso do atenolol para determinar qualquer mudança de dosagem ou de prescrição. Não interrompa o seu uso subitamente. Entre em contato com seu médico caso tenha algum efeito colateral mais grave como falta de ar, tontura extrema ou reação alérgica à medicação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível