Viva uma vida verde

Escrito por ryan smith | Traduzido por eliseu cesario
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail

Pequenas mudanças podem ter grande impacto

Viva uma vida verde
Sempre achamos que a reciclagem se limita a vidro, plástico ou latas, mas a compostagem pode estar nesta categoria também. Acima, um exemplo dos esforços para compostagem de toda a cidade de São Francisco. (Jupiterimages/Pixland/Getty Images)

O melhor que se pode fazer é ajudar os outros a diminuir os seus níveis de consumo, enquanto você próprio tenta manter um estilo de vida de baixo consumo.

— Erik Assadourian, associado do Worldwatch Institute

Quando se trata de adotar um estilo de vida mais eco-amigável, o desafio que muitas pessoas enfrentam não é se vão fazê-lo, mas como. Com o crescente aumento de figuras públicas e organizações declarando sua preocupação com mudanças climáticas, poluição e a diminuição dos recursos naturais, ficou claro que a Mãe Natureza precisa de ajuda. Mas, quando termos como "salve o planeta" são atirados na discussão - dando a ideia de que isto é um trabalho para super-heróis - a tarefa se torna um tanto desencorajadora. Melhorar a saúde do planeta não é uma tarefa reservada para aqueles com super poderes; você pode ajudar do conforto de sua própria casa, com apenas algumas simples e pequenas mudanças.

Economize água

É fato científico que a quantidade de água no planeta é sempre a mesma. A Natureza não renova seus estoques; não produz "nova água". Como um dos elementos mais frágeis da nossa ecologia, é uma excelente ideia usá-la sabiamente.

Risque o galão de água da sua lista de compras. Em vez disto, coloque água da torneira em uma garrafa de aço inoxidável ou vidro. Se o gosto for um tanto estranho para seu paladar, tente algum sistema caseiro de filtragem ou esprema suco de limão ou lima na água. Desistir das garrafas de plástico colocará um pouco de dinheiro no seu bolso e o afastará da falácia que diz que você está contribuindo para seu bem-estar.

"A evidência é muito clara que não é mais segura ou saudável," diz Erik Assadourian, membro do grupo de pesquisa ambiental do Worldwatch Institute e diretor do State of the World 2010: Transformando Culturas do Consumismo à Sustentabilidade. "De fato, é menos regulamentada que a água de torneira e (as garrafas plásticas) causam grande quantidade de poluição ecológica."

Quanto ao uso de água para a casa, instalar aeradores em todas as torneiras e chuveiros de baixo fluxo - que podem ser facilmente comprados em qualquer loja de acessórios domésticos - o ajudará a usar menos sem nem perceber. E você realmente precisa deixar a água correr enquanto escova os dentes? Abrindo a torneira somente para o enxágue economizará muitos litros em questão de dias.

Verde limpo

Não somente a higiene pessoal é uma obrigação, mas, na mesma medida, a higiene ambiental. Manter a casa limpa - e seus arredores - recolher o lixo nos dias certos, já é de grande ajuda para um meio ambiente melhor.

Cuidar do seu meio ambiente geralmente significa mantê-lo limpo. Mas alvejantes e produtos à base de amônia que enchem suas prateleiras estão poluindo sua casa com toxinas. Em vez disso, use produtos orgânicos.

"Para cada limpador na casa, há uma alternativa orgânica,", diz Kari Dorth, diretor de operações na Green Home, loja situada em São Francisco. "Pode-se obter kits de limpeza que incluem separadamente limpadores para banheiras e azulejos, vidro, mofo, limo e vaso sanitário. Muitos destes produtos funcionam juntos, de forma concentrada. Assim, não é necessário usar muito."

Da mesma forma, a soda cáustica e o vinagre têm muitas aplicações de limpeza na casa, desde desengordurar panelas e frigideiras ao polimento de superfícies na cozinha e banheiro, acrescentando um frescor extra à roupa para lavar. Quando escolher um detergente para lavar roupas, certifique-se pelo rótulo de que seja biodegradável.

Recicle mais que plásticos

Além dos materiais recicláveis mais conhecidos, é possível fazer o mesmo com o lixo orgânico, como restos de comida, verduras e papel, todos excelentes para compostagem.

Reciclar também é fator importante para a eco-eficiência. Reduzr a quantidade de plástico não-reciclável que você utiliza é a chave. Em vez deles, considere usar produtos de papel.

Separe os plásticos recicláveis, vidros e latas do restante do lixo e os leve para os centros de reciclagem. Há também serviços de coleta de recicláveis disponíveis em muitas áreas. Com o lixo biodegradável, como alimentos não derivados de carne e papel, pode-se iniciar uma pilha de compostagem para usar em seu jardim e em plantas caseiras, eliminado a necessidade de comprar fertilizantes.

"Se você pensar bem, não precisamos jogar muito coisa fora", afirma Dorth. Da mesma forma, ela também aconselha reutilizar embalagens de comida e garrafas de vidro para água, uma vez que o processo de reciclagem requer muita energia e recursos.

Economize energia

Economizar energia não se resume a andar de ônibus ou aderir ao transporte solidário. Há também o gás de cozinha, a eletricidade e os recursos naturais explorados para produzir cada vez mais objetos, muitos deles nem sempre necessários.

Quando se trata do uso de energia, menos é definitivamente mais. Assadourian recomenda trocar suas lâmpadas normais por fluorescentes compactas, limpar sua geladeira ao menos uma vez por ano para aumentar a eficiência, e livrar-se de aparelhos que estejam sobrando, como a segunda geladeira em sua garagem.

Retire da tomada aparelhos eletrônicos que não esteja usando. Para áreas que em que há um consumo concentrado de energia, como o escritório de casa, Dorth sugere um temporizador com proteção contra picos.

"Quando você desliga o computador, acha que desligou tudo", ele diz. "Mas seu monitor, impressora e scanner ainda estão utilizando energia. O temporizador os desligará automaticamente. É uma maneira de economizar dinheiro sem nem mesmo pensar nisto."

Se você está na loja para comprar um novo aparelho - um televisor ou uma geladeira - compre produtos que tenham o selo da Aneel. Fazer isto pode ajudá-lo a barganhar, dependendo de onde você mora.

Quando o clima esquenta, você pode substituir os ar-condicionados, que consomem muita energia, por ventiladores portáteis ou de teto. Se tiver de usar ar-condicionado central, programe uma temperatura mais alta do que costumava ser.

Durante os meses de inverno, abaixar o termostato um pouco mais que o normal será econômico, assim como isolar as paredes.

"Você economizará uma quantia significativa de dinheiro com o isolamento e, possivelmente, reduzirá drasticamente o uso de energia se fizer um pequeno, porém honesto, investimento," assegura Assadourian.

E também, como se faz nas ruas, não hesite em tirar ou colocar mais roupa para diminuir a necessidade de aquecimento artificial.

Economia solar

Um recurso confiável, inesgotável, gratuito e eficiente para gerar energia, aquecer e iluminar: a luz solar.

Planejando reformar completamente sua casa? Os painéis solares podem ser a resposta. Para equilibrar as despesas, há hoje muitos programas de descontos, e não vai demorar para você perceber a economia.

"Com o aquecimento solar da água, o retorno financeiro vem em menos de quatro anos", afirma Assadourian. "É muito mais eficiente do que aquecer a água utilizando combustíveis fósseis como gás natural ou com eletricidade."

Se você tem um carro, considere deixá-lo na garagem mais vezes. Use transporte coletivo, vá de bicicleta ou caminhando. Em todos os casos você se beneficiará por aumentar a atividade física. "Num país em que estamos nos exercitando muito pouco, seria ótimo,", diz Assadourian.

Finalmente, além de fazer um esforço para se tornar verde, espalhar a boa nova é vital.

"O melhor que se pode fazer é ajuda os outros a diminuir (os seus níveis de consumo), enquanto você próprio tenta manter um estilo de vida de baixo consumo," diz Assadourian.

Dicas & Advertências

  • Procure se informar com outras pessoas que adotaram hábitos sustentáveis. É a melhor forma de observar resultados, e também de avaliar o impacto destes novos hábitos no dia a dia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível