×
Loading ...

Alergias à espuma viscoelástica

A espuma viscoelástica é um tipo de material que se adapta à forma do corpo de uma pessoa e é usada para fazer vários materiais para o quarto, incluindo colchões, travesseiros e pillow tops. Muitas pessoas compram produtos desse material pelos benefícios do conforto. Infelizmente, seus esforços para se sentir melhor podem dar errado, pois não é incomum que as pessoas apresentem sintomas alérgicos quando são expostas à espuma viscoelástica.

As alergias à espuma viscoelástica variam de dores de cabeça a problemas de pele (sinan ıÅık/iStock/Getty Images)

Significância

Como uma pessoa passa mais tempo no quarto e, principalmente, na cama do que em qualquer outro lugar, é essencial que esta seja saudável e atóxica. Quando uma pessoa esta na cama, está muito perto de qualquer material possivelmente alergênico e, assim, muito mais propensa a reagir a qualquer substância prejudicial.

Loading...
Como você passa muito tempo na cama, é importante que ela seja saudável e atóxica (Purestock/Purestock/Getty Images)

História

A espuma viscoelástica foi desenvolvida pela primeira vez no início da década de 70 em uma busca por materiais confortáveis para os astronautas durante a decolagem, segundo a Memory Foam Mattress, e o produto comercial foi introduzido no mercado na década de 90. Os produtos feitos desse material se tornaram populares devido aos benefícios encontrados pelas pessoas, incluindo alívio nos pontos de pressão doloridos e redução da dor nas costas.

A espuma viscoelástica foi concebida nos anos 70 (moodboard/moodboard/Getty Images)

Materiais

Segundo a Dra. Cara Natterson, a espuma viscoelástica consiste de muitas substâncias químicas que não foram testadas em humanos. Embora não haja grandes pesquisas sobre o assunto, ela provavelmente contém materiais que emitem substâncias químicas e gases tóxicos, segundo Natterson. Pesticidas e formaldeído são alguns dos materiais prejudiciais. Além disso, principalmente quando são novos, os materiais de espumas viscoelástica podem liberar gases que podem causar sintomas de alergias.

A espuma viscoelástica tem muitas substâncias químicas não testadas em humanos (Alexander Raths/iStock/Getty Images)

Sintomas

Muitas pessoas decidem comprar colchões de espuma viscoelástica para se livrar de alergias – os colchões de mola comuns podem abrigar poeira, por exemplo, podendo desencadear sintomas alérgicos. Contudo, elas podem apresentar os mesmos sintomas ao trocar por um colchão de espuma viscoelástica. As toxinas no material podem causar diversos sintomas, incluindo coceira e inchaço nos olhos, problemas de respiração e de pele, tontura, fadiga, vômito, diarreia, sintomas semelhantes aos da gripe, dores de garganta e dores de cabeça.

Muitas pessoas compram colchões de espuma viscoelástica para se livrar das alergias (RyanKing999/iStock/Getty Images)

Soluções

Uma maneira óbvia de evitar as alergias à espuma viscoelástica é comprar colchões de outros materiais. Por exemplo, os colchões de mola comuns são uma opção, embora ainda possam conter materiais como substâncias químicas e espumas que desencadeiam sintomas de alergias. Os materiais de cama hipoalergênicos existem, como os orgânicos e livres de toxinas, e é importante investigar suas opções. Adicionar uma capa sobre o colchão para fornecer uma barreira e impedir que você respire gases que induzem a alergia é outra possível solução.

Se você tem alergias, considere adicionar uma capa sobre o colchão (DHSphoto/iStock/Getty Images)
Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...