Alimentos que endurecem as fezes para quem tem uma ileostomia

A cirurgia de ileostomia envolve a extremidade do intestino delgado, ou íleo, redirecionando-o através de uma nova abertura na parte superior do abdome

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Pessoas com ileostomia apresentam perda temporária ou permanente do trato digestivo ou do cólon em diante, geralmente devido à doença congênita, lesão ou cirurgia contra o câncer. A cirurgia de ileostomia envolve a extremidade do intestino delgado, ou íleo, redirecionando-o através de uma nova abertura na parte superior do abdome. Esta abertura é chamada de estoma, que deriva da palavra grega para "boca" ou "abertura", e o manejo do material excretado envolve vários recursos e técnicas. Um dos problemas que as pessoas com ileostomia apresentam são as fezes líquidas, tornando difícil lidar com este material.

Fibras e seu papel na digestão

Todos os alimentos de origem vegetal, como grãos, cereais, frutas e verduras contêm fibras

Photos.com/PhotoObjects.net/Getty Images

A compreensão do papel das fibras na dieta é um bom primeiro passo para a escolha da dieta que auxiliará no endurecimento das fezes. As fibras são um agente importante para esta função e estão presentes nas dietas ocidentais, apresentando-se em duas formas, solúveis e insolúveis. A distinção é feita entre fibras solúveis em água e insolúveis. As primeiras podem ser dissolvidas pelo trato intestinal, mas as insolúveis permanecem na forma de uma massa enquanto a comida é digerida. Todos os alimentos de origem vegetal, como grãos, cereais, frutas e verduras contêm um ou ambos os tipos de fibras. Carnes, incluindo aves e peixes, não contribuem com nenhuma fibra.

Fibras e ileostomia

Uma  pessoa com ileostomia pode ajustar sua dieta para facilitar o manejo de seu estoma

Thinkstock/Comstock/Getty Images

Uma pessoa com ileostomia pode ajustar sua dieta para facilitar o manejo de seu estoma. Ela pode ingerir alimentos com alto teor de fibras insolúveis para reduzir o componente líquido do material que é eliminado pelo estoma. Um material mais espesso é mais fácil de controlar e permite um estilo de vida mais tranquilo.

Faça as mudanças gradativamente

Não é uma boa ideia alterar subitamente a dieta quando se tem uma ileostomia

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Não é uma boa ideia alterar subitamente a dieta quando se tem uma ileostomia. Um aumento repentino de fibras pode causar uma obstrução intestinal. A adição de alimentos que contribuem para a firmeza das fezes deve ser gradual para ver como se dá sua tolerância.

Alimentos que ajudam

Alguns alimentos básicos que contribuem com uma dieta adequada são as batatas assadas, arroz, pão e manteiga de amendoim

Ciaran Griffin/Stockbyte/Getty Images

Alguns alimentos básicos como batatas assadas, arroz, pão e manteiga de amendoim aumentarão a firmeza das fezes para a maioria das pessoas com ileostomia. Entre as sobremesas e doces, estão os pudins, o purê de maçã e as maçãs assadas.

Não tão espessas

Alimentos a serem evitados são as frutas cruas, castanhas e sementes, aipo, pipoca e alguns vegetais fibrosos, como o brócolis

Photos.com/PhotoObjects.net/Getty Images

Outros alimentos geram tanta massa no íleo que existe o perigo dela não passar pelo estoma, levando a uma dolorosa e perigosa obstrução. Obstruções levarão o paciente ao serviço de emergência dos hospitais para serem medicados com morfina ou um outro analgésico. Os alimentos a serem evitados são as frutas cruas, castanhas e sementes, aipo, pipoca e alguns vegetais fibrosos, como o brócolis. Tudo o mais que permanecer rígido após passar a noite em um copo de água deve ser evitado.

×