Antitussígenos para cachorros

••• yorkshire terrier image by Bine from Fotolia.com

Os veterinários costumam prescrever medicamentos antitussígenos para cachorros que sofrem de doenças que causam tosse grave. Estes remédios atuam suprimindo a "central da tosse" localizada no cérebro do animal. O tipo de medicamento prescrito depende da causa da tosse.

Codeína

A codeína é um medicamento antitussígeno que pode ser prescrito para cães com ataques de tosse intensos. A tosse canina pode ser caracterizada por chiados ou engasgos. Ela pode ser crônica ou intermitente e frequentemente piora à medida em que a garganta do animal resseca. Fosfato de codeína e sulfato de codeína são os princípios ativos de vários xaropes para cães e também para humanos. A codeína é tão eficaz quanto a morfina em reduzir o reflexo da tosse em cães, com menos efeitos colaterais. Alguns destes efeitos que podem ser observados em cães são excitação, espasmos musculares, constipação, sedação, convulsões e depressão respiratória. A codeína pode viciar, mas tem menos potencial de abuso que a morfina.

Di-hidrocodeína

A di-hidrocodeína é um medicamento antitussígeno que pode ser prescrito para cachorros. De acordo com o Manual Merck de Veterinária, este medicamento tem menos potencial de abuso do que a morfina, já que é combinado com uma substância anticolinérgica. Ela é bastante similar à morfina e pode ajudar a reduzir a tosse em cães. Entretanto, ela pode deprimir o sistema respiratório, e deve ser usada com cautela em cães asmáticos ou com pneumonia.

Dextrometorfano

O dextrometorfano é um medicamento antitussígeno não opióide (ao contrário da codeína e di-hidrocodeína); no entanto, ele é derivado de um opiáceo. Esse medicamento foi proibido no Brasil, portanto só utilize medicamentos prescritos pelo seu médico veterinário.

Mais recentes

×