×
Loading ...

Como calcular a produção da caixa de engrenagens em cavalos de potência

O volante do motor do eixo de manivela com caixa de engrenagens gira por causa dos cilindros do motor. Este torque move uma engrenagem, que rotaciona uma segunda engrenagem menor. A diferença entre os tamanhos delas multiplica o torque aplicado. Esse torque é transmitido, então, aos rotores das rodas do veículo. A produção da caixa de engrenagens, em cavalo de potência, depende não só do torque de entrada e da relação de transmissão, mas também da velocidade do motor, a qual descreve a rapidez com que as engrenagens giram.

Instruções

As engrenagens numa caixa de engrenagens aumentam o torque que gira as rodas de um automóvel (old gearbox dumped in a rest area on the side of the road image by Undy from Fotolia.com)
  1. Multiplique a força que age sobre a primeira marcha da caixa pelo raio dela. Se, por exemplo, 275 Newtons atuam em uma engrenagem com raio de 0,65 metros: 275 x 0,65 = 178,8 Newtons/metro.

    Loading...
  2. Divida o raio da primeira engrenagem pelo da segunda. Se a segunda equipamento tem um raio de 0,15 metros: 0,65 / 0,15 = 4,33. Esse é o fator multiplicação do torque.

  3. Multiplique as respostas das etapas 1 e 2: 178,8 x 4,33 = 774. Esse é o torque da caixa de engrenagens, medido em Newtons/metro.

  4. Multiplique sua resposta por 0,737 para convertê-la para libra força por polegada: 774 x 0,737 = 570,4 libras força por polegada.

  5. Multiplique o torque (em libras força por polegada) pela velocidade do motor, medida em rotações por minuto. Se o motor estiver funcionando a 4.000 RPM: 570,4 x 4000 = 2.281.600.

  6. Divida a sua resposta por 5252, que reune uma série de etapas de conversão: 2281600 / 5252 = 434. Essa é a produção da caixa de engrenagens em cavalo de potência

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...