Como converter o alfabeto grego numérico

••• Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

A antiga civilização grega teve avanços em muitas áreas, incluindo vários em matemática. Em seus cálculos, eles usavam um sistema de numeração com base em seu alfabeto. Embora nos séculos seguintes o sistema numérico árabe tomou conta tanto da Grécia como do resto do Ocidente, na Grécia hoje, o sistema de numeração é ocasionalmente usado em contextos oficiais semelhantes ao sistema numérico romano no resto da Europa e da América. Converter números gregos à numeração padrão é um processo relativamente simples.

Passo 1

Determine o valor de cada algarismo no número. Para os números de um único dígito, a letra alfa significa 1; beta, 2; gama, 3; delta, 4; épsilon, 5; zeta, 6; eta, 7; e theta, 9. Além desses, iota equivale a 10; kappa, a 20; lambda, a 30; mu, a 40; nu, a 50; xi, a 60; ômicron, a 70; pi, a 80; rô, a 100; sigma, a 200; tau, a 300; upsilon, a 400; fi, a 500; chi, a 600; psi ,a 700; omega, a 800. Os caracteres especiais digamma ou stigma representam 6.

Passo 2

Adicione os valores. Leve em conta que não há algarismo zero, mas, se houver um iota sobrescrito ao lado de uma letra, isso indica a multiplicar por 1.000.

Passo 3

Escreva o número em numeração padrão. Um exemplo comumente dado a partir do Novo Testamento cristão é chi, xi, stigma, somando 666, ou o número da besta.

Mais recentes

×