×
Loading ...

As desvantagens de um zoológico

No zoológico, os visitantes aprendem sobre várias espécies de animais que, caso contrário, não conseguiriam ver de perto na natureza. Os visitantes têm a possibilidade de chegar perto de animais que podem ser perigosos, ou tão raros que vê-los em seus habitats naturais pode ser impossível. Muitos zoológicos também incorporam outras atrações para a família em seus parques, tais como parquinhos para as crianças, passeios e vendedores de comida, se transformando em um destino para entretenimento educacional. Mas nem tudo no zoológico é positivo; na verdade, existem aqueles que acham que as desvantagens do local superam seus benefícios.

Os zoológicos nem sempre são benéficos para os animais (Thomas Northcut/Lifesize/Getty Images)

Falta de liberdade

Os zoológicos são prisões para os animais que costumam ser livres em seus próprios habitats, de acordo com o website People for the Ethical Treatment of Animals (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais). Embora muitos zoológicos modernos não meçam esforços para deixar os animais confortáveis sob seus cuidados, eles não são capazes de fornecer a liberdade associada ao mundo natural dos bichos. Eles não são capazes de se comunicar adequadamente com os cuidadores, mas organizações de apoio, como a People for the Ethical Treatment of Animals, ou PETA, afirmam que os animais são muito infelizes em suas celas virtuais e que as condições costumam ser sujas e insalubres, tanto física quanto emocionalmente, mas os animais confinados em zoológicos.

Loading...

Habitats artificiais

Por mais que tente, um zoológico não consegue duplicar precisamente o habitat natural dos animais dentro de suas jaulas. Os melhores confinamentos podem parecer impressionantes para os visitantes do zoológico, mas eles nem se comparam à liberdade e ao espaço que os animais têm na natureza. Existem bem menos diversidades de plantas e interações com outros animais (quando existe alguma), e isso pode levar à chateação e solidão extremas para os bichos.

Raramente ajuda na sobrevivência de animais em extinção

Um dos focos comuns dos zoológicos é a tentativa de ajudar a proteger os animais em extinção. Para aumentar o número de espécies particulares, eles obviamente precisam que os animais procriem. Os zoológicos tentam providenciar a reprodução destes bichos, mas de acordo com o website Wildlife New Zealand (Vida Silvestre da Nova Zelândia), pouquíssimas espécies em extinção conseguem se reproduzir com sucesso em cativeiro. De 1.370 espécies envolvidas em um plano de sobrevivência pela União Internacional para a Conservação da Natureza, apenas 1,4% conseguiram ser reintroduzidas na natureza depois da reprodução em cativeiro nos zoológicos.

Mais caro que a conservação

Os zoológicos são considerados um método de conservação da vida silvestre, mas cuidar dos habitats naturais desses animais, na verdade, custaria menos que cuidar deles em um zoológico em vários aspectos. De acordo com o website Wildlife New Zealand Zoo Watch, o custo médio para cuidar de um rinoceronte preto em cativeiro é de 16 mil dólares por ano (cerca de 40 mil reais), enquanto os custos para proteger um habitat silvestre para o mesmo animal seria de aproximadamente 1 mil dólares por ano (cerca de 2,5 mil reais).

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...