×
Loading ...

Como determinar a potência em um indutor

Em projetos que envolvem eletricidade, os indutores possibilitam que a potência que passa por um fio seja temporariamente armazenada na forma de um campo magnético. Embora a potência que pode ser armazenada em um indutor aumente de forma exponencial de acordo com o aumento da amperagem, ela também depende da forma da bobina e outras características físicas. O efeito global desses fatores dimensionais é conhecido com a "indutância" da bobina.

Instruções

Um indutor enrolado em um ímã toroidal (macro electronics image by Tony Durose from Fotolia.com)
  1. Determine a indutância da bobina em Henries (H). Nota: em engenharia elétrica, a indutância é representada pela letra "L".

    Se você comprou um indutor pré-fabricado, consulte as especificações técnicas listadas no site do fabricante. Se você mesmo for projetar o indutor a partir de matérias-primas, use o paquímetro para medir a espessura de cada fio, tal como o diâmetro em corte transversal do núcleo aberto da bobina, em centímetros (cm). Quando tiver as medidas, use-as na fórmula adequada para encontrar a indutância. Veja, em "Recursos", links com as fórmulas para indutores de uma camada, múltiplas camadas ou múltiplas linhas.

    Loading...
  2. Determine a frequência da corrente elétrica alternada (AC) passando pelo circuito, em hertz (Hz). Nota: no Brasil, a frequência padrão para tomadas elétricas residenciais é 60 Hz. Se a fonte de alimentação do circuito for um gerador, a frequência é igual ao número de polos do gerador multiplicado pela velocidade do rotor (em revoluções por minuto, rpm), dividido por 120.

  3. Multiplique a frequência (do item 2) por 6,28.

  4. Multiplique o resultado do item 3 pela indutância (do item 1). O resultado será a "reatância" do indutor. Tal como a "resistência" do resistor, a reatância de um indutor determina essencialmente a intensidade de corrente que o componente subtrai da fonte de tensão do circuito.

  5. Divida a voltagem de saída da fonte de tensão do circuito pela reatância do indutor (do item 4). O resultado será a corrente (em amperes) que o indutor atrai.

  6. Eleve ao quadrado a corrente do item 5.

  7. Multiplique a indutância (do item 1) pelo resultado do item 6.

  8. Multiplique o resultado do item 7 por 0,5. O valor obtido representa a potência mantida pelo indutor, em watts.

Loading...

O que você precisa

  • Paquímetro

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...