Como dissolver espuma de poliuretano

••• pink foam image by laurent dambies from Fotolia.com

A espuma de poliuretano é uma espuma flexível que possui muitos usos. Em certas fórmulas, ela cria uma espuma macia, como a usada para fazer almofadas de cadeiras ou forrações de carpete. Em uma outra forma, é usada como material isolante, como isolamento de paredes e tubulações. Uma forma de espuma de poliuretano é pulverizado com um lata sobre um objeto e caso a espuma atinja áreas indesejadas, pode ser difícil de ser removida, pois ela fica dura e intratável. No entanto, com um produto de limpeza a base de solvente, pode-se dissolver a espuma e removê-la com mais facilidade.

Passo 1

Trabalhe em uma área bem ventilada. Coloque as luvas de borracha, proteção para os olhos e máscara respiratória para se proteger das fumaças tóxicas do solvente. Coloque um ventilador próximo à área de trabalho para afastar a fumaça do seu corpo.

Passo 2

Encontre um solvente contendo diclorometano, tal como alguns decapantes. Coloque o solvente em um pano. Espalhe a solução do solvente por toda a espuma. Também pode-se colocar o solvente diretamente na espuma.

Passo 3

Deixe o solvente na espuma por cerca de 10 minutos. A espuma deve se dissolver durante este tempo. Raspe a espuma dissolvida com a espátula. Coloque-a em um recipiente descartável.

Passo 4

Repita o processo de imersão e raspagem até que toda a espuma seja dissolvida. Pode levar várias horas até que toda a espuma se dissolva se for uma área grande. Limpe a área na aplicação final de solvente para remover quaisquer partículas remanescentes de espuma.

Passo 5

Enxágue a área cuidadosamente com água para limpar quaisquer resíduos de solvente na área. Descarte os solventes e a espuma dissolvida em um recipiente para resíduos perigosos. Não descarte os materiais em lixos normais ou em encanamentos de esgoto.

Mais recentes

×