×
Loading ...

Exercícios de mãos para pianistas

As mãos de um pianista são suas maiores ferramentas e elas devem ser cuidadas para se prevenir lesões. A tensão nas mãos é comum entre pianistas e muitos músicos famosos têm desenvolvido problemas por causa disto. Separando um tempo para exercitar os dedos, o pianista pode evitar os danos causados por esta tensão.

Os exercícios das mãos são importantes para o pianista (Jouer du piano image by MarieMag from Fotolia.com)

Causa das lesões

Existe um número de razões pelas quais um pianista pode desenvolver problemas nas mãos. A maior delas é forçar as mãos e os dedos para trabalhar em posições inadequadas, porém a melhor delas é tocar o piano com o pulso alinhado ao braço. Entretanto, até mesmo nesta posição, o alongamento de dedos para atingir certas notas pode causar tensão nos tendões. Estes tendões são especialmente sujeitos a lesões, porque eles se estendem sobre várias ligações em cada dedo. Usar a força excessiva ao se tocar piano pode ainda levar a lesões crônicas, especialmente para um pianista que toca de modo intensivo. O uso constante das mãos e dedos em geral extenua os músculos utilizados, aumentando o risco de lesão.

Loading...

Alongamentos

Uma boa forma de relaxar os músculos e tendões em suas mãos e antebraços é fazer algumas técnicas de alongamento antes de tocar o piano. Estas técnicas são fáceis de praticar e ajudarão a aliviar a tensão que podem surgir nestas áreas. Pegue uma bola do tamanho da bola de tênis e role seu antebraço por ela por um minuto em cada lado, então descanse por 30 segundos. Faça a mesma coisa contra seus pulsos e mãos por um minuto e novamente descanse 30 segundos. Alongue os dedos entrelaçando-os e pressionando-os para alongar cada tendão. Estes exercícios podem ser repetidos durante o dia inteiro. Eles não apenas ajudam a prevenir lesões, mas também promovem velocidade e movimentos ágeis para os dedos ao tocar.

Exercícios de piano

Exercícios simples ao piano que usam movimentos repetitivos dos dedos podem ajudar no desenvolvimento da flexibilidade nos dedos e mão. Tocar sucessões rápidas de notas que lentamente se movem da mais alta até uma oitava é uma forma de se fazer isto, mas o que este execício busca não é aprendizagem simples para se tocar estas notas. O pianista deve também prestar atenção ao posicionamento das mãos e antebraço, os quais devem estar retos e paralelos ao chão. As teclas devem ser tocadas sem o movimento de mão, significando que somente os dedos se movem, e cada um deles deve tocar a tecla com a mesma intensidade, para que haja a compensação para os dedos mais fracos, como o mínimo e o anelar. Focar na técnica e exercícios ajudará a melhorar a destreza, sutileza e resistência.

Método Taubman

O método Taubman é um exercício e forma de se tocar desenvolvido por Dorothy Taubman, que foca em três coisas: alinhamento, balanço e movimento. Focando estas três metas, o método Taubman almeja que o pianista toque sem pressão em qualquer parte de sua mão e antebraço. Os pianistas que tocam ao piano usando este método de exercícios, praticam e implementam a própria ergonomia para que consigam ficar em uma posição natural e confortável. Os movimentos próprios dos dedos em relação à mão e antebraço, assim com a força aplicada nas teclas, é também aplicada para extrair o melhor som possível do piano.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...