×
Loading ...

Partes da concha de um molusco

As conchas de moluscos apresentam diversos formatos e tamanhos, sejam as duas conchas das amêijoas ou uma concha gigante em espiral. Elas são tão fascinantes que muitas pessoas as colecionam. Historicamente, várias culturas têm usado as conchas como moedas, decorações em vestuário e joias elaboradas. A madrepérola do interior das ostras era usada como um botão para roupas.

Partes da concha de um molusco (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Moluscos

O filo Mollusca tem oito classes que são agrupadas de acordo com suas conchas; no entanto, a maioria dos moluscos com conchas externas são gastrópodes e bivalves. Os gastrópodes são móveis e possuem uma única concha que pode ser transportada, como no caso dos caracóis e dos abalones. As amêijoas, as ostras e os mexilhões, que têm duas conchas ligadas por uma dobradiça, são classificados como bivalves. Os moluscos são encontrados em água doce ou salgada, e alguns, como o caracol, são terrestres e vivem em ambientes úmidos.

Loading...
Caracol (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Periostacum

A concha é depositada por um tecido externo chamado manto e possui três camadas distintas: periostacum, ostracum e hypostracum. O periostacum é a primeira camada depositada pelo manto de um molusco jovem, ainda sem a concha. Essa camada é uma cobertura protetora e rígida composta de conchiolina -- um tipo de proteína conhecido como queratina -- que protege o animal dos predadores e proporciona-lhe rigidez e forma. A cor e a forma específicas do periostacum diferem conforme a espécie. O material da concha é continuamente depositado pelo manto à medida que o molusco cresce. Os fatores ambientais, tais como a disponibilidade de alimentos, podem influenciar o desenvolvimento do animal, e, por conseguinte, a formação da concha. Isso resulta no crescimento das linhas visíveis em sua superfície.

Exterior da concha de uma ostra (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

Ostracum

A segunda camada da concha é feita de carbonato de cálcio -- o cálcio é extraído a partir dos alimentos e da água. O carbonato de cálcio pode formar dois tipos de cristais: calcite e aragonita, que são quimicamente idênticos, mas apresentam propriedades físicas diferentes. Em moluscos de água salgada, a segunda camada, o ostracum, é composta de minúsculos cristais hexagonais de calcita, enquanto em moluscos de água doce, ela contém cristais de aragonita, que são menos densos do que os de calcita.

Hypostracum

A camada interna da concha é chamada de hypostracum, ou camada de nácar. Ela é formada contínua e lentamente, à medida que os cristais de aragonita são empilhados como tijolos em camadas que se alternam com o revestimento de conchiolina. Cada camada de cristais de aragonita varia em forma e orientação, além de refletir a luz e produzir a cor e a iridescência características do nácar, também chamado de madrepérola. Além disso, o manto protege o molusco de parasitas e detritos ao encobri-los com nácar, um processo que, no caso das ostras, resulta em pérolas.

Interior da concha de uma ostra (Thomas Northcut/Photodisc/Getty Images)
Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...