Como preencher um diário de bordo do piloto

••• book, books -many books image by drx from Fotolia.com

Os pilotos de todo o mundo mantêm registros do tempo que passam na aeronave. Isso é feito para acompanhar a sua proficiência, experiência e tempo de serviço à medida que eles voam. Um diário de bordo do piloto conta a história de suas viagens, documenta a sua atividade e, em alguns casos, é a base para o seu pagamento. Preencher esse documento com precisão garantirá a manutenção do registro correto e documentará de forma adequada a experiência de um piloto individual para empreendimentos atuais e futuros. Um diário de bordo do piloto funciona muito bem como um livro de contabilidade.

Passo 1

Preencha a informação básica do voo no diário de bordo. Isso inclui a data, o tipo de aeronave, origem e destino do voo. Essas colunas normalmente estão do lado esquerdo do diário de bordo e ajudarão a rastrear a atividade da aeronave, juntamente com as datas e os locais percorridos.

Passo 2

Mantenha o controle do tempo real voado em cada voo. O tempo que um piloto voa é o tempo aplicável a ser registrado no diário de bordo. Isso pode incluir o tempo de treinamento, o tempo de voo no solo ou o tempo de voo com passageiros.

Passo 3

Registre o tempo de voo na coluna indicada para o "tempo total de voo". Para cada viagem, esse tempo será o representante do tempo total do voo, independentemente do tipo de aeronave ou das condições gerais.

Passo 4

Determine o tipo da aeronave e registre o tempo na coluna apropriada. As colunas comuns dos diários para essas considerações não estão limitadas a um monomotor, multimotor, hidroavião, helicóptero e planador. Para qualquer categoria de aeronaves que for aplicável, o tempo de voo também será registrado nestas colunas.

Passo 5

Determine e registre o tipo de condições meteorológicas durante o voo. Essas informações podem ser incluídas em colunas do diário de bordo relativas às condições meteorológicas, voo noturno ou outras categorias similares. Registre a quantidade de tempo de voo que teve lugar durante qualquer uma dessas condições. A soma destes pode ser menor que o tempo total da viagem, uma vez que um voo pode encontrar essas condições apenas em alguns momentos.

Passo 6

Registre o tempo de voo na coluna de voo transnacional, caso atenda aos requisitos da ANAC para a experiência desse tipo de voo. A decisão quanto a aplicabilidade do tempo de voo transnacional é baseada no tempo da viagem e o tipo de operação. Se isso estiver em questão, procure a ajuda de um instrutor para esclarecer se a experiência de voo transnacional é aplicável para a situação em questão.

Passo 7

Determine o estado do piloto em relação ao voo e registre a sua categoria de autorização apropriada. Se o piloto estiver recebendo instrução, ele registrará isso na categoria de "dupla" ou "instrução de voo recebida". Se estiver trabalhando em um ambiente de tripulação múltipla onde esteja servindo como segundo comandante, o tempo de voo será registrado na coluna específica para tal. Quando o profissional for o único piloto ou estiver atuando como o comandante da aeronave, o voo será registrado como "piloto em comando" (PEC) na coluna registrada anteriormente.

Mais recentes

×