Como reconhecer um rubi verdadeiro

••• Paula Bronstein/Getty Images News/Getty Images

Rubis são vermelhos. Todos sabem. Mas granadas, zircões, espinelas, pedaços de vidro e rubis sintéticos também podem ser vermelhos. É possível saber se a pedra vermelha de um anel ou colar é um rubi genuíno ou não em poucos passos.

Passo 1

Limpe a pedra gentilmente com um pano macio umedecido e espere secar.

Passo 2

Examine a aparência geral da superfície da pedra sem ampliação. Observe a forma e o tamanho. Pedras falsas geralmente são maiores e possuem bordas macias e arredondadas, enquanto que as verdadeiras são menores e apresentam faces nítidas e afiadas. Preste atenção na cor também, pois rubis verdadeiros são de um vermelho profundo. Pedras de cores mais claras são geralmente classificadas como safiras.

Passo 3

Continue a examinar a superfície e o interior visível da pedra. Embora rubis genuínos também possuam falhas -- às vezes até mesmo desejáveis --, muitos arranhões pequenos, riscas ou bolhas na superfície dentro da pedra são indicadores de que a peça pode ser de vidro ou sintética.

Passo 4

Segure o rubi na mão. Uma pedra genuína será um pouco pesada por causa da densidade da sua composição química. Um rubi verdadeiro aquecerá ao toque mais lentamente do que o vidro ou uma pedra preciosa inferior.

Passo 5

Olhe a pedra de perto com uma lupa normal ou de joalheiro. Será possível ver a partir da qualidade das falhas nas estruturas cristalinas dentro da pedra se é vidro ou uma gema menos valiosa. Gemologistas chamam essas falhas de inclusões. Em rubis verdadeiros, as inclusões tendem a ser retas e angulares.

Mais recentes

×