×
Loading ...

Respiração das efeméridas

As efeméridas são insetos que passam a maior parte de suas vidas em fase larval como "ninfas". Alguns deles chegam a passar até dois anos como ninfas antes de passarem para a fase adulta, colocarem ovos e morrerem. Certas variedades de efeméridas adultas vivem menos do que uma hora, e nenhuma delas sobrevive por mais de um dia. A maneira como esse inseto respira depende do seu estágio, ou seja, se são ninfas ou adultos.

Efemédidas são insetos que vivem a maior parte do tempo como ninfas, e cujo ciclo de vida é muito curto (mayfly (ephemeroptera) image by Valeriy Kirsanov from Fotolia.com)

Ciclo de vida de uma efemérida

Como ninfa, a efemérida passa a maior parte do tempo na água, onde ela alimenta-se e cresce até que tenha atingido as condições ideais para transformar-se em uma adulta, quando os únicos propósitos de sua existência são acasalar e colocar ovos. Embora esses insetos alimentem-se no estágio de ninfa, eles não vivem tempo o suficiente para precisarem de comida.

Loading...

Respiração da ninfa

As ninfas vivem debaixo d'água. Embora não tenham pulmões, elas precisam respirar, processo que é feito através da extração de oxigênio da água. Isso é feito através de filamentos respiratórios especialmente adaptados que oscilam na água e são geralmente conhecidos como brânquias. Ao moverem-se na superfície do rio ou lago, eles extraem o oxigênio necessário.

Respiração do adulto

Efeméridas adultas respiram da mesma forma como os demais insetos. Elas não tem pulmões, mas retiram o oxigênio do ar através dos espiráculos, aberturas especiais localizadas na lateral de seus corpos. Os espiráculos são sempre agrupados em pares, um em cada lado do corpo do inseto. O número de pares varia de inseto para inseto. Eles são ligados a dutos que ventilam o ar para diferentes partes do sistema da efemérida.

Ninfas fora da água

Por depender da passagem de água sobre os filamentos que compõem o aparelho respiratório das efeméridas, as ninfas não podem sobreviver fora da água. Quando removida de um ambiente aquático, os filamentos são incapazes de separar o oxigênio do ar, o que causa a morte do inseto.

Adultos na água

Ao contrários das ninfas, os indivíduos adultos são otimizados para extrair o oxigênio do ar. Se uma efemérida adulta cair na água, seus espiráculos não conseguirão extrair o oxigênio necessário. A água irá entupir as pequenas aberturas na lateral do corpo do inseto, que, provavelmente, irá se afogar.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...