×
Loading ...

As sete virtudes e os seus símbolos

O Papa São Gregório I Magno (540-604 dC) foi o líder da igreja primitiva que classificou os sete pecados capitais e ligou-os a sete virtudes correspondentes, em um esforço para encorajar as pessoas de seu tempo a obedecerem às leis bíblicas. Ele pregou muitos sermões sobre a segunda vinda de Cristo, bem como a tortura do inferno que estava guardada para aqueles que não acreditassem. As sete virtudes que ele reconheceu e organizou foram baseadas na Bíblia, da qual ele tinha amplo conhecimento e, especificamente, em 1 Coríntios 13.

As sete virtudes foram desenvolvidas pelo Papa São Gregório I Magno (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

A essência da fé está na crença nas coisas de Deus, que são invisíveis. O pecado contrário da fé é o orgulho, que é a fé em nossas próprias capacidades, em vez de ser nas habilidades de Deus. O símbolo da fé é uma mulher com um cálice, uma cruz ou ambos, com São Pedro aos seus pés.

Loading...

Esperança

A segunda virtude, a esperança, é ter uma perspectiva de que o bem acabará por prevalecer e o futuro será controlado por um Deus amoroso. O pecado contrário à esperança é a inveja, o que é observado quando uma pessoa deseja algo ou alguém que não é seu, e deixa de ter esperança no bem do seu próprio futuro. O símbolo da esperança é uma mulher com asas levantando as mãos para o céu. Santiago Maior está aos seus pés.

Caridade

A caridade, a terceira virtude, é a preocupação com os outros, bem como a vontade de ajudá-los. O pecado incompatível à caridade é a ira, que é o desejo de que os outros experimentem a dor, bem como a raiva para com os outros, com mais de si mesmo. O símbolo da caridade é uma mulher com crianças ao seu redor, uma das quais ela está amamentando. Ela pode estar segurando um coração ou chamas e São João Evangelista está aos seus pés.

Fortaleza

A fortaleza é a determinação e nunca desistir. Seu pecado de oposição é a preguiça. O símbolo para a fortaleza é uma mulher com um taco, espada, escudo ou uma coluna, a última sendo uma referência à destruição de Sansão do templo filisteu. Sansão está aos seus pés.

Justiça

A justiça é a equidade e igualdade ao lidar com as pessoas. Seu pecado oposto é a luxúria, que envolve a valorização de alguém ou algo de uma forma que é fora de proporção e corruptora. O símbolo da justiça é uma mulher segurando uma espada e uma balança. Ela tem o imperador Trajano a seus pés.

Prudência

A prudência é a moderação e cuidado especial com o dinheiro. Seu pecado de oposição é a gula, em que uma pessoa se entrega a tudo o que deseja, satisfazendo todas as vontades sem se preocupar com moderação. O símbolo da prudência é uma mulher com duas cabeças, segurando um espelho e uma serpente. Salomão está aos seus pés.

Temperança

A virtude final é a temperança, que é a moderação com coisas que são necessárias e total abstinência de coisas desnecessárias. Seu pecado de oposição é a ganância, que é definido como o desejo de muitas posses desnecessárias. O símbolo para a temperança é uma mulher segurando uma espada ou dois vasos. Ela tem Cipião Africano aos seus pés.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...