Como administrar um grupo de apoio para pessoas com depressão

Escrito por sally nash | Traduzido por elia regina previato
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como administrar um grupo de apoio para pessoas com depressão
Um grupo de apoio possibilita que pessoas com depressão expressem seus sentimentos. (sad image by 26kot from Fotolia.com)

Iniciar um grupo de apoio para pessoas com depressão é, em muitos aspectos, similar a iniciar qualquer outro tipo de grupo. Segundo os órgãos de saúde, você não precisa ser um perito em saúde mental para administrar um grupo. Não é aconselhável administrar o grupo como uma sessão de terapia. Em vez disso, estimule os participantes a compartilharem suas experiências pessoais. Para muitas pessoas com depressão, um grupo local oferece apoio e oportunidade para expressar medos íntimos em um ambiente favorável.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Pesquise possíveis espaços para reunir seu grupo de apoio. As sessões provavelmente terão duração de uma a duas horas, então, escolha um espaço que possa ser alugado por hora. Espaços em igrejas, centros comunitários, salas de aula em colégios ou universidades são boas escolhas. O ideal é um lugar que não cobre aluguel. A casa de alguém pode ser outra alternativa.

  2. 2

    Estabeleça as regras de funcionamento do grupo. Por exemplo, decida a frequência de reuniões e quantos participantes terá. Não é uma boa ideia ter um grupo muito grande pois os membros se sentirão inibidos ao falar. Entre oito e 12 membros é o ideal. Se você tem muitos pretendentes a membro, considere a possibilidade de haver dois grupos, ou uma política de ordem de chegada, ficando os excedentes em uma lista de espera. Outras considerações incluem a distribuição das tarefas. Por exemplo, você pode querer nomear um tesoureiro se os membros pagarem uma pequena taxa para cobrir as despesas de locação do espaço.

  3. 3

    Escreva uma lista das finalidades, âmbito e objetivos do grupo. Decida se ele vai se concentrar em discutir experiências pessoais ou se vai explorar uma larga gama de tópicos. Resolva se vai convidar especialistas para falar ao grupo. Estabeleça se vai criar um centro de leitura com panfletos e livros sobre depressão e decida se vai marcar eventos sociais para o grupo.

  4. 4

    Divulgue o novo grupo através de panfletos, uma nota na imprensa ou até mesmo em um site. Considere divulgar nos jornais locais. Deixe panfletos nos centros comunitários e bibliotecas. Os panfletos e a nota na imprensa devem ser específicos quanto a onde e quando o grupo vai iniciar suas atividades e o que os membros podem esperar. Faça um anúncio caloroso e convidativo para incentivar as pessoas a comparecerem.

  5. 5

    Peça a alguém para se apresentar no primeiro encontro, mas não force as pessoas a fazê-lo se elas ficarem relutantes. Essa introdução deve permitir à pessoa discutir suas próprias experiências e histórico. Fale sobre a finalidade e os objetivos do grupo, mesmo que alguns membros já tenham uma boa ideia. Esteja preparado para mudar a programação como resultado desse primeiro contato. Se você estiver recrutando colaboradores, como tesoureiro e organizador de eventos sociais, faça isso nesse primeiro encontro.

  6. 6

    Contacte peritos externos para falar ao grupo e fazer apresentações. Baseie essas palestras nos interesses e necessidades do grupo.

  7. 7

    Amplie a atuação do grupo adicionando apoio online para depressivos em suas atividades. Muitas pessoas com depressão acham difícil interagir socialmente. Membros já participantes podem ajudar como facilitadores e mentores online.

Dicas & Advertências

  • Se possível, visite outros grupos de apoio a depressivos para ver como são administrados. Você pode tirar algumas ideias.
  • Mantenha atualizada a publicidade para o grupo, particularmente se alguns membros desistirem e o número de participantes diminuir.
  • Faça um centro de leitura se você possuir orçamento para isso.
  • Organize um ou dois eventos sociais logo em seguida para que os membros possam se conhecer em um ambiente mais informal.
  • Não permita que os membros contatem você ou outros membros para falar sobre suas questões depressivas fora das reuniões. Se necessário, direcione-os para um terapeuta ou médico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível