Como analisar a taxa livre de risco da probabilidade de inadimplência em um título

Escrito por hunkar ozyasar | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como analisar a taxa livre de risco da probabilidade de inadimplência em um título
A probabilidade de inadimplência de um título vai influenciar sua taxa efetiva de juros (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

Embora inúmeros fatores determinem a taxa de juros de um título, os dois mais influentes são a probabilidade de inadimplência e a taxa de recuperação. A probabilidade de inadimplência refere-se à possibilidade do emissor de um título não honrar o pagamento prometido do capital e/ou juros. A taxa de recuperação refere-se ao valor do pagamento prometido que o cotista pode recuperar em uma disputa legal em caso de inadimplência. Você pode calcular a probabilidade de inadimplência de um título, se você souber o preço, a data de vencimento e a taxa de obrigação, e pode estimar a taxa de recuperação.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Determine a estrutura de obrigação do título. As informações que você deve reunir incluem a frequência de pagamento de obrigação, a taxa da obrigação, o valor nominal e a data de vencimento da obrigação. O valor nominal refere-se simplesmente aos fundos que serão devolvidos ao cotista, na forma de reembolso de capital na data de vencimento do título. A taxa de obrigação é o juro, expresso em termos de porcentagem do valor de face, que será pago anualmente aos detentores dos títulos.

    Estes detalhes estão descritos no prospecto do título, que pode ser obtido junto a sociedade emitente.

  2. 2

    Consiga um preço de mercado fiável e representativo para o título. Embora a estrutura de obrigação de um título possa ser facilmente lida do prospecto e não mude ao longo da vida dele, o preço é mais difícil de ser obtido. Alguns títulos não mudam de mãos muito frequentemente e o preço mais recente pode, portanto, ser representativo da oferta e demanda atuais. Esses preços são referidos como "obsoletos". Dependendo do vínculo específico, a empresa emissora, a imprensa financeira ou uma corretora, que é muitas vezes o banco de investimento que ajudou emissor negociar o título, pode ser a melhor fonte para um preço mais preciso do título.

  3. 3

    Estime a taxa de recuperação. A taxa de recuperação é a porcentagem de créditos não pagos que o cotista pode esperar recuperar através de processos judiciais, em caso de falência. Você não pode encontrar uma estimativa precisa desse valor e deve estimar esse número com base em falências semelhantes no passado, na posição do caixa da empresa e no saldo total da dívida. A análise estatística dos índices de recuperação histórica é um bom ponto de partida para qualquer estimativa (consulte Recursos).

  4. 4

    Com esses números, faça o cálculo de probabilidade de inadimplência (consulte Recursos). A calculadora exige que você digite o preço de mercado, valor de face, a taxa de obrigação, pagamentos anuais, número de pagamentos restantes, sua estimativa da taxa de recuperação e a taxa de juros livre de risco. O último valor é o rendimento das obrigações de governo cuja maturidade está tão perto de seu título quanto possível. Depois de inserir estes números, pressione o botão "calcular a probabilidade" para obter a probabilidade de inadimplência.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível