×
Loading ...

Qual é a aparência do ouro falsificado?

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Você deve conhecer o ditado popular que diz "nem tudo que reluz é ouro". Isso com certeza é verdade, porém nunca foi tão difícil perceber a diferença entre o ouro verdadeiro e as falsificações. Existem muitas formas de falsificar o ouro para fazê-lo parecer real e, como resultado, você deve analisar com cuidado e entender muito bem do assunto para perceber a diferença.

Exemplos de barras de ouro verdadeiro (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

História

Ao longo da história, o ouro falso tem sido usado por trambiqueiros que querem fazer dinheiro em cima dos outros. Ninguém está imune. Na verdade, o banco nacional da Etiópia descobriu recentemente que tinha mais de 16 milhões de dólares em ouro falso dentro dos cofres, comprados décadas atrás. Felizmente, existem diversas maneiras de perceber a diferença entre o ouro falso e o ouro real, e de acordo com o avanço das falsificações, também avança a ciência para identificar a peça real.

Loading...

Função

O ouro falso é quase sempre usado por golpistas. No entanto, ele pode ter alguns propósitos legítimos dentro da indústria de joias, permitindo que os joalheiros vendam peças que de outra forma seriam caras demais para a grande maioria das pessoas. Porém, a grande maioria do ouro falso é usado em golpes ou negociantes sem dinheiro.

Tipos

O ouro falsificado existem em diversas formas. A mais comum e a mais difícil de detectar é quando outro metal é laminado com ouro 24 quilates. Isso faz com que a aparência do pedaço de metal inteira seja de ouro puro, quando na verdade apenas uma camada da superfície é realmente feita do metal precioso. A pirita, "ouro de tolo" é uma pedra comum que muitos confundiam com ouro no passado. Entretanto, ela é muito leve e dura para ser ouro, e quase todos percebem a diferença hoje em dia. As pessoas também foram enganadas pelo arsênio-pirita polido e com a bismutita, ambos têm uma coloração brilhante amarela.

Características

O ouro falsificado geralmente é mais brilhando que o ouro legítimo. O ouro verdadeiro, particularmente em sua forma bruta, tem um brilho amarelado, num tom de cera. Esse brilho não irá mudar, independente da iluminação do local. A maior parte do ouro falso pode parecer mais ou menos brilhante, com diferentes iluminações, e pode parecer prateado algumas vezes. O ouro legítimo também é maleável, enquanto o ouro falso costuma ser duro. O ouro falso é também é leve na maioria dos casos, e mesmo que seja coberto, o pedaço não terá nem metade do peso do ouro verdadeiro.

Identificação

Você pode testar o ouro de diversas formas para determinar se é real. O ouro verdadeiro pode ser martelado sem se quebrar nem perder o brilho. No máximo, ficará amassado. O ouro falsificado irá manter sua forma original ou quebrar. Você também pode pesar o ouro para saber se é verdadeiro: um joalheiro poderá lhe ajudar com isso. Também é possível colocar o objeto em ácido nítrico: isso lhe dirá se o ouro é falso, já que o ouro verdadeiro não será afetado mas o falso trocará de cor e criará uma espuma verde.

Aviso

Quando você quiser fazer um investimento em ouro, você deve pedir uma prova de que o item é real. Um simples certificado pode ser tecnicamente inútil, já que não há formas de provar que você não trocou o ouro verdadeiro por ouro falsificado por si mesmo após comprá-lo. Peça ajuda de um joalheiro de confiança ou outro especialista para certificar-se de que está adquirindo um produto real, pois você não terá outros recursos após fechar o negócio.

Loading...

Recursos

Loading ...
Loading ...