Como calcular a amortização de custos financeiros utilizando o método da taxa efetiva de juros

Escrito por chirantan basu | Traduzido por allisson ester de paiva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como calcular a amortização de custos financeiros utilizando o método da taxa efetiva de juros
Calcule o valor da amortização de seus títulos pelo método da taxa efetiva de juros (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

As companhias emitem títulos para levantar fundos. Investidores usualmente recebem pagamentos regulares semestrais de juros e o principal na maturidade. A taxa de juros efetiva é a taxa verdadeira de juros, que o investidor recebe, baseada no preço de mercado do título. Essa taxa é diferente da taxa estabelecida ou cupom do título, que determina os pagamentos semestrais de juros aos investidores. O método da taxa efetiva de juros é um modo de amortizar o desconto ou prêmio do título, já que juros estão ao longo da vida do título.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Pegue o valor nominal, taxa cupom e período de maturidade do título. O valor nominal é o principal do título. O pagamento regular semestral de juros, é igual ao produto de metade da taxa do cupom e valor nominal. O número de períodos de pagamentos é duas vezes o do período de maturidade. Por exemplo, se uma companhia emite R$ 2 milhões de Reais em títulos de cinco anos com um cupom de 6%, o pagamento semestral de juros é 3% de 2 milhões, ou R$ 60.000,00, e o número de períodos de pagamento é o dobro do período de maturidade, ou seja, 10.

  2. 2

    Pegue a taxa de juros efetiva, que é também a taxa que prevalece no mercado, para títulos de risco e maturidade similar. Esta taxa é maior do que a taxa cupom para títulos vendidos em desconto para nominal, e mais baixa do que a taxa cupom para títulos vendidos em prêmio para nominal. No exemplo, presuma que a taxa de juros efetiva anual é de 10%, ou 5% para cada período de pagamento de juros semestral.

  3. 3

    Calcule o preço do título, que é igual a quantia do atual valor dos pagamentos de juros semestrais, e valor nominal do título. Continuando com o exemplo, e usando os fatores de valor atuais das tabelas disponíveis no site Accounting Coach, o preço do título é igual a R$ 1.228.000,00 -- 2 milhões multiplicados por 0.614 -- mais R$ 466.320,00 -- R$ 60.000,00 multiplicado por 7.772 -- que é igual a R$ 1.694.320,00. Este é o valor contábil do título no ato da compra. Você pode também usar calculadoras online para derivar o preço de compra.

  4. 4

    Subtraia o preço de compra do valor nominal, para obter o balanço de desconto do título no ato da compra. Continuando com o exemplo, este balanço é de R$ 2 milhões menos R$ 1.694.320,00 ou R$ 305.680,00.

  5. 5

    Calcule a amortização, que é igual ao gasto com despesas de juros, menos o pagamento regular semestral de juros. Este pagamento é igual ao produto da taxa de juros semestral efetiva, e o valor contábil do título ao final do período anterior. O valor contábil é igual ao valor nominal, menos o desconto de balanço do título, que é igual ao balanço do período anterior, menos o atual período de amortização. Continuando com o exemplo, as despesas com juros semestral ao final do primeiro período é 5% de R$ 1.694.320,00, ou R$ 84.716,00; a amortização é de R$ 84.716,00 menos R$ 60.000,00, ou R$ 24.716,00. O balanço de desconto do título é de R$ 305.680,00 menos R$ 24.716,00, ou R$ 280.964,00. E o valor nominal dos títulos é de R$ 2 milhões menos R$ 280.964,00, ou R$ 1.719.036,00.

  6. 6

    Calcule a amortização para os períodos subsequentes, até que o valor contábil do título seja igual ao valor nominal na maturidade.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível