Como calcular a força do vento em uma superfície plana grande

Escrito por brian baer | Traduzido por ricardo soares
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como calcular a força do vento em uma superfície plana grande
Os ventos dos furacões exercem muita força em superfícies de áreas grandes (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

A pressão é definida como força por unidade de área. Essa força tem unidades em newtons e utiliza a fórmula simplificada F = P x A, em que P é a pressão e A é a área superficial. Portanto, quanto maior a área superficial, maior será a força recebida. Esse é o principio que explica porque os veleiros usam velas tão largas e porque furações removem facilmente telhados de casas.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Calculadora

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Determine a área superficial exposta ao vento. Assuma que há um letreiro que tem as dimensões de 6 m por 12 m. A área superficial é o comprimento multiplicado pela altura, ou 6 vezes 12, que é igual a 72 m².

  2. 2

    Determine a velocidade do vento medida em metros por segundo. Assuma que uma rajada de vento possui 30 m/s (valor qualquer). O ar tem uma densidade média de 1,25 g/L.

  3. 3

    Determine a força da rajada de vento no cartaz. Isso é feito usando a fórmula F = 1/2 rho x v^2 x A x C, em que F é a força do vento em newtons, rho é a densidade do ar, v é a velocidade do vento, A é a área superficial do cartaz e C é o coeficiente de atrito sem dimensão (assumido como 1,0). O cálculo produz 1/2 x 1,25 x 30^2 x 72 x 1, ou 40500 N, que é considerável.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível