Como calcular uma hipoteca com amortização constante em Excel

Escrito por james green | Traduzido por josé fabián
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como calcular uma hipoteca com amortização constante em Excel
Calcule os pagamentos da sua hipoteca facilmente com uma planilha eletrônica (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Se você tiver uma hipoteca, criar uma tabela de amortizações em um aplicativo de planilha eletrônica, como o Microsoft Excel, pode ajudá-lo a ter uma idéia do quanto de juros e valor principal você está pagando a cada mês. Você pode criar uma tabela com uma taxa de juros constante, que se aplica a hipotecas de taxa fixa, usando as ferramentas e fórmulas do aplicativo.

Outras pessoas estão lendo

Tabelas com dados da hipoteca

Antes de começar com seu cronograma de amortizações, você deve criar uma tabela com dados da sua hipoteca. As células utilizadas na planilha dependem de você, mas é recomendável incluir a seguinte informação: valor principal original, prazo do empréstimo em anos, taxa de juros ao ano, pagamentos por ano e valores. Você deverá ter, ao menos, os dados das primeiras quatro colunas. Para a última, você deverá escrever a fórmula seguinte, substituindo o valor de cada definição pelas células correspondentes.

=PGTO(taxa de juros ao ano/pagamentos por ano, prazo do empréstimo*pagamentos por ano, -valor principal original)

Ao pressionar Enter, o Excel calculará seu pagamento mensal, que incluirá tanto o juros principal como o adquirido.

Tabelas de amortização

A tabela de amortização é onde você pode analisar no tempo cada pagamento da hipoteca. Ela deve conter as seguintes variáveis: mês, pagamento, juros, valor principal e balanço. A coluna "mês" começa com o número 0, que representa o balanço original, e acaba no último mês de pagamento. A primeira célula sob a coluna "balanço" deverá mostrar o valor original da hipoteca.

Equações de amortização

As equações de amortização são essenciais para sua tabela. O Excel possui funções para lidar com quaisquer cálculos complexos. Essas funções podem ser encontradas no menu "Inserir", selecionando a opção "Função" e o elemento "Financeira" na lista de categorias. Você precisará principalmente de duas equações. A primeira, "IPGTO", calcula a quantidade de juros pagos a cada mês. A outra é "PPGTO", e calcula a quantidade de capital pago a cada ano. Ao selecionar uma das funções, uma caixa de diálogo se abrirá, pedindo os valores que se encontram na sua tabela. A última equação, sob "balanço", pode ser digitada manualmente. É igual ao balanço do último mês, menos o pagamento total do mês atual.

Completando a amortização

Quando tiver feito os cálculos para um periodo de pagamento, você poderá completar a amortização completa. Se estiver familiarizado com o Excel, saberá que, após selecionar a primeira fila, você pode clicar na caixa preta pequena no canto inferior direito, arrastar para baixo e soltar. Todos os juros, pagamentos de principal e balanço serão calculados automaticamente. Essa é a razão pela qual os aplicativos de planilha eletrônica, como o Excel, são úteis: você precisa determinar apenas um conjunto de pagamentos para que o programa possa fazer o resto dos cálculos automaticamente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível