Mais
×

Como calcular o número de fótons emitidos por uma fonte de luz

Atualizado em 23 março, 2017

Uma fonte de luz libera um determinado número de fótons a cada segundo, emitindo a sua energia na forma de "pacotes fixos". A quantidade de energia em cada fóton depende do comprimento de onda do feixe de luz, onde a constante de Planck estabelece uma relação entre ambos. Portanto, é possível calcular a taxa de emissão de fótons de uma fonte de luz através do seu comprimento de onda. A taxa de emissão de energia, outro fator relevante, é equivalente à potência da fonte de luz.

Instruções

Comprimentos de onda menores necessitam de menos fótons para carregar a energia (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)
  1. Multiplique a velocidade da luz, que é igual a 3 x 10^8 m/s, pela constante de Planck, que é igual a aproximadamente 6,63 x 10^-34 j.s (joule-segundo): (3 x 10^8) x (6,63 x 10^-34) = 1,989 x 10^-25.

  2. Divida o resultado pelo comprimento de onda do feixe de luz. Por exemplo, para um comprimento de onda de 6 x 10^-7 m, correspondente à luz amarela, teremos: (1,989 x 10^-25) / (6 x 10^-7) = 3,313 x 10^-19.

  3. Divida potência da fonte de luz pelo resultado acima. Para um sistema que opera com 150 watts, teremos: 150 / (3,315 x 10^-19) = 4,52 x 10^20. Este é o número de fótons de luz emitido pela fonte a cada segundo.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article