Como os capacitores funcionam com lâmpadas de iodetos metálicos

Escrito por john albers | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como os capacitores funcionam com lâmpadas de iodetos metálicos
Capacitores (capacitor image by naolin from Fotolia.com)

Outras pessoas estão lendo

O que são capacitores?

Capacitores são um componente mecânico encontrados em dispositivos elétricos. Eles armazenam corrente elétrica até um limiar, e qualquer corrente depois desse nível é liberada. Capacitores padrões são compostos de dois materiais condutivos separados por um dielétrico, que é o nome para qualquer material não condutor, geralmente de plástico. São utilizados em motores de partida, geradores portáteis e na maioria das placas de circuitos.

Como lâmpadas de iodeto metálico funcionam

Lâmpadas de iodeto metálico são um tipo de lâmpada de alta energia de descarga, com visual similar às lâmpadas de neon e de vapor de mercúrio. São compostas por uma série de tubos de vidro selados, chamados de tubos de arco. Esses tubos contêm uma mistura pressurizada de metais gasosos halógenos, como argônio e mercúrio, com um fio elétrico em ambas extremidades. Ao energizá-los, é criado um arco elétrico entre eles que reage com os gases. Essa reação, chamada de ionização, faz com que o tubo de arco brilhe. A cor do brilho é determinada pela mistura dos gases, e a intensidade é baseada no nível de corrente elétrica que flui entre os tubos e da pressão interna.

Capacitores em lâmpadas de iodeto metálico

Capacitores em lâmpadas de iodeto metálico são conhecidos como reatores elétricos. Eles ficam entre a entrada de energia e cada um dos tubos de arco da lâmpada. A corrente passa através dos terminais do primeiro capacitor. Fisicamente, ela não pode fluir através da barreira dielétrica que está conectada ao tubo pelo condutor. Isso gera uma diferença elétrica de potencial entre os dois condutores que, conforme aumenta, cria um campo elétrico dentro do dielétrico. Como o campo permanece constante, a corrente passa para os tubos de arco, o que, juntamente com os gases internos, faz o tubo brilhar. O nível do brilho só permanece constante porque o campo gerado pelo dielétrico produz uma corrente fixa que não existiria se o tubo de arco fosse conectado diretamente à entrada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível