Os ciclídeos azuis africanos e como eles se acasalam

Escrito por jennifer uhl | Traduzido por antônio melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os ciclídeos azuis africanos e como eles se acasalam
Os ciclídeos azuis africanos são peixes de cores vivas (blue cichlid image by Earl Robbins from Fotolia.com)

O ciclídeo azul africano é um membro colorido e listrado da família Cichlidae, com um corpo em forma de bala e um tamanho máximo de 20 cm. Como a maioria dos outros ciclídeos, o azul é um carnívoro e é um companheiro de aquário agressivo que só coabita bem com sua própria espécie e com outros ciclídeos do lago Malawi, na África. Sua reprodução apresenta desafios que a reprodução habitual de peixes tropicais não possui.

Outras pessoas estão lendo

Habitat

O ciclídeo azul africano prefere um habitat mais quente, com temperaturas variando entre 24 e 27 graus celsius. Esse ciclídeo prefere um pH da água entre 7,8 e 8,6 e precisa de um habitat de pelo menos 265 L, a fim de acomodar o seu tamanho e prevenir o comportamento territorial. Um aquário com uma ampla área rochosa é parte integrante de uma configuração de tanque de para o ciclídeo africano, uma vez que o fornecerá lugares para se esconder e se proteger um do outro.

Alimentação

Os ciclídeos azuis africanos são atraídos por um número de diferentes alimentos, especialmente durante o processo de acasalamento. Forneça alimentos cárneos, como minhocas, pequenos peixes e camarão de água salgada. Para melhorar a saúde geral no tanque, também considere a adição de flocos de espirulina.

Acasalamento

O grupo ideal para a reprodução dos ciclídeos azuis é um harém entre cinco e sete fêmeas para um único macho. A principal razão por trás disso é porque uma única fêmea deixará o macho agressivo, e é provável que ele atormente a única fêmea ao invés de se acasalar com ela. Ao fornecer a um único macho várias fêmeas, você cria um ambiente mais positivo para ele, reduzindo os riscos de agressão e aumentando a possibilidade de uma reprodução bem sucedida.

Ovulação

O ciclídeo azul africano é conhecido por se especializar em guardar os ovos na boca, e a fêmea é responsável pelo transporte os ovos. O macho inicia o processo de escavação de um buraco no substrato para o sexo feminino, que coloca os ovos no interior do furo. A fêmea então coloca os ovos em sua boca. O macho os fertilizam diretamente na boca da fêmea, onde permanecem até que ela decida liberá-los. Os alevinos são liberados dentro de um período de 12 a 18 dias e medem cerca de 2 cm. A maioria dos membros ciclídeos nesse grupo são relativamente fáceis de reproduzir em casa ou em um aquário de aquariofilia quando estiverem reunidas as condições adequadas.

Separação

Para dar aos ovos a melhor chance de sobreviver, mova cada fêmea em seu próprio espaço enquanto ela estiver levantando os alevinos em sua boca. Dessa forma, não haverá possibilidade de outros peixes comerem os alevinos quando ela os liberar após o desenvolvimento. É também benéfico fornecer bastante pedras a cada área de reprodução, bem como grutas e cavernas, para que os adultos e alevinos tenham espaços de esconderijos adequados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível