A classificação de biodegradáveis e não-biodegradáveis.

Escrito por jenny e | Traduzido por vitoria felix
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A classificação de biodegradáveis e não-biodegradáveis.
Papel é tanto biodegradável como reciclável (Comstock/Comstock/Getty Images)

A classificação como biodegradável e não-biodegradável é um sistema de gestão de resíduos onde estes são rotulados para o descarte adequado. Resíduos indevidamente classificados levam a uma falta de gerenciamento, além de problemas de saúde consequentes e feridas oculares desagradáveis. Os principais fatores determinantes para a classificação de ambos os tipos de resíduos são a possibilidade ou não de decomposição e a taxa de decompisição de cada produto.

Outras pessoas estão lendo

Biodegradável.

Biodegradável é usado para descrever qualquer tipo de resíduo que pode ser quebrado por outros organismos. Esta distinção é muito importante na gestão de resíduos, pois determina o melhor método para eliminá-los de forma segura. Misturar os resíduos biodegradáveis​​ com os não-biodegradáveis ​​leva a uma situação em que os resíduos não-biodegradáveis permanecem no ambiente após a decompisição dos biodegradáveis. A EPA informa que os americanos produziram cerca de 2 quilos de resíduos por pessoa diariamente, em 2009. Saber como gerenciar adequadamente esse enorme volume de resíduos é fundamental para a saúde e o bem-estar das pessoas e do meio ambiente.

Resíduos Não-Biodegradáveis.

Resíduos não-biodegradáveis ​​são aqueles que não se decompõem facilmente. Exemplos de não-biodegradáveis ​​incluem eletrônicos, plástico, metal, vidro e pilhas. O EPA informou que os americanos geraram cerca de 11,8 milhões de toneladas de vidro só em 2009. Um dos métodos de redução de resíduos não-biodegradáveis ​​é a reciclagem. Por exemplo, a EPA também aconselha as pessoas a utilizar baterias recarregáveis ​​para diminuir a quantidade gerada de resíduos de pilhas.

Tipos e uso de resíduos biodegradáveis.

O EPA refere-se aos biodegradáveis como resíduos orgânicos. Esse tipo de resíduo inclui restos de alimentos, podas de quintal e restos de madeira. Podas de quintal incluem diferentes tipos de vegetação tais como, restos grama cortada, árvores e arbustos. Esses restos podem ser usados para compostagem. Compostagem é o processo que usa certos tipos de materiais orgânicos como adubo para plantas . Restos de alimentos inclui todo o tipo de comida cozida ou crua. Eles são geralmente o produto de armazenamento, preparação, manipulação ou ingestão. Restos de alimentos podem também ser usados ​​para fazer a alimentação animal. Resíduos de madeira inclui toda a madeira e derivados da mesmo, incluindo o papel. Resíduos de madeira, podem ser reciclados para prolongar a sua vida útil. Outras fontes de resíduos biodegradáveis ​​são resíduos corporais e esterco animal.

Efeitos do lixo no meio ambiente.

Outro modo de classificação de resíduos não-biodegradáveis e biodegradáveis é pelo seu efeito no meio ambiente. Resíduos biodegradáveis liberam metano durante a sua decomposição, o qual é um gás três vezes mais potente que o dióxido de carbono em contribuição para o efeito estufa. A maioria dos resíduos não-biodegradáveis também contêm substâncias tóxicas. Por exemplo, as lâmpadas fluorescentes contêm mercúrio, uma substância química que é prejudicial aos animais, à saúde humana e à ecológica.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível