Por que as ligas são utilizadas em vez de metal puro?

Escrito por chris hamilton | Traduzido por ricardo soares
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que as ligas são utilizadas em vez de metal puro?
O aço inoxidável é formado por uma liga de cromo e aço (metal image by Ruta Saulyte from Fotolia.com)

Na natureza, a maioria dos metais surgem como ligas, já que depósitos de mineração tipicamente contêm vários metais. O metal desejado deve ser extraído de outros metais e resíduos de materiais, após o qual é refinado, deixando um metal puro. Os fabricantes criam ligas, que são dois ou mais metais puros combinados em conjunto, usando calor para misturá-los. Ambas as ligas e metais puros têm vantagens e desvantagens, dependendo de sua aplicação.

Outras pessoas estão lendo

Propósito

Os metais puros, como o cobre, oferecem excelentes características para cabos elétricos, como a condutividade e ductilidade. A condutividade refere-se à transmissão de corrente elétrica e ductilidade refere-se à capacidade de moldar o material em filamentos. Infelizmente, os metais dúcteis não são ideais para aplicações onde é necessária a durabilidade. Fabricantes de joias e equipamentos industriais usam as ligas para proporcionar um produto mais durável. Por exemplo, o ouro puro macio mede 24 quilates, mas a maioria dos anéis são de 10 quilates, significando que eles são misturados com prata e cobre, de modo que eles não fiquem deformados ao longo do tempo.

Benefícios

Os metais puros também tendem a ser mais susceptíveis à corrosão, onde o metal é lentamente corroído pelo ácido. O cobre é especialmente vulnerável ​​à corrosão. Ao criar latão, os fabricantes adicionam 5 a 45 por cento de zinco, que tem propriedades anti-corrosivas, tornando este material ideal para áreas molhadas, tais como as alças do armário de cozinha e torneiras da pia e banheira. Do mesmo modo, os fabricantes adicionam cromo ao aço para criar uma liga conhecida como o aço inoxidável. Através da adição de mais de 11 por cento de crômio, este material, além de níquel, impede a oxidação do aço.

Tipos

As ligas de cobre e zinco podem ser combinadas em conjunto para proporcionar uma maior resistência à corrosão. As ligas de alumínio são frequentemente misturadas com cobre e manganês para proporcionar maleabilidade para aplicações leves. As ligas de níquel ajudam a dar força aos materiais que derretem sob baixas temperaturas, além disso, elas também apresentam propriedades anti-corrosivas, que tornam este metal ideal para a criação de escadas, em conjunto com o aço. As ligas de aço são compostas predominantemente de aço, com cromo misturado em torno de 10 por cento, que fornece proteção contra a ferrugem.

Usos

As moedas de 1 centavo americanas 1982-2008 contêm ligas de 97,5 por cento de zinco e 2,5 por cento de cobre. O bronze combina tipicamente menos do que 15 por cento de zinco com cobre. As ligas de alumínio fornecem aos fabricantes de avião um material forte, mas moldável para formar uma casca leve para aeronaves. O cuproníquel, que combina 25 por cento de cobre e 75 por cento de níquel, vem sendo usado em moedas americanas a partir de 2010. A maioria das escadas metálicas utilizam as ligas de aço para proporcionar maior resistência à tensão e impermeabilidade

Identificação

A maioria dos produtos de metal, com a excepção de fios, são na verdade compostos por dois ou mais metais. O latão, uma mistura de zinco e cobre, tem uma cor dourada brilhante, enquanto o aço inoxidável apresenta um acabamento prateado que brilha na luz. A cor da liga metálica varia dependendo dos materiais de que são usados​​, mas a maioria dos produtos metálicos exigem uma liga por durabilidade e utilização.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível