O que comem as éguas?

Escrito por kali allison | Traduzido por ikaro mendes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que comem as éguas?
Éguas que estão potras grávidas ou amamentando precisam de uma dieta especial (Comstock/Comstock/Getty Images)

A égua é um cavalo fêmea, geralmente com três anos de idade ou mais velha. Éguas que não são usadas ​​para reprodução devem ser alimentadas de acordo com seu nível de trabalho, assim como os machos. No entanto, éguas prenhes e que estão amamentando têm necessidades de dietas especiais que devem ser cumpridas. A alimentação das éguas deve fornecer a nutrição necessária e essencial para manter a sua saúde e a saúde de sua prole.

Outras pessoas estão lendo

Éguas sem potros

Éguas que não têm potros devem ser alimentadas como qualquer outro cavalo. Suas necessidades nutricionais serão determinadas pela quantidade de trabalho que ela faz. Consumo do pasto é um requisito básico, e dependendo da quantidade de energia que ela gasta em um dia, ela pode precisar de pequenas porções de grãos. Feno de qualidade pode ser dado se o pasto é limitado ou estéril. Éguas, especialmente as que serão utilizadas para a reprodução, devem ser impedidas de se tornarem gordas. Condições não saudáveis do corpo dificultarão o processo de reprodução.

Éguas prenhes

Quando a égua está prenhe, ela é a única fonte de nutrição para o potro nascer saudável. Durante a primeira fase da gravidez, a égua deve ser alimentada de acordo com o seu nível de trabalho. Consumir pasto, alfafa, feno ou leguminosas e uma pequena quantidade de grãos é suficiente. Suas necessidades calóricas e nutricionais não começam a mudar drasticamente até o segundo trimestre. Neste ponto, a égua vai precisar de mais calorias, proteínas, vitaminas e minerais em sua dieta para garantir o bom desenvolvimento do feto. Durante o último trimestre, a égua precisa de mais fontes de energia e proteínas, bem como a abundância de cálcio e fósforo. Grãos concentrados especialmente formulados para éguas grávidas, juntamente com fenos apropriados, proporcionarão a nutrição adequada da égua. Complementos misturados também estão disponíveis e devem ser oferecidos de acordo com as instruções do fabricante.

Éguas amamentando

Um potro recém-nascido depende, exclusivamente, da égua para a nutrição até que ele complete dois meses de idade. Portanto, as éguas que amamentam precisam de ainda mais energia nas dietas do que éguas grávidas. A ingestão de proteínas, vitaminas e minerais deve ser aumentada em 25%. Ela vai continuar a precisar de cálcio e fósforo. A égua deve receber 3% do seu peso corporal em alimento, e as calorias fornecidas devem ser suficientes para manter seus estoques de gordura. Se ela não receber calorias suficientes, suas próprias reservas de gordura serão queimadas, a fim de fornecer alimento suficiente para o potro. Continue a fornecer um grão concentrado formulado para éguas que estão amamentando. A égua também deve ter acesso a pastagens ou fenos de gramíneas e alfafa.

Alimentando éguas após o desmame

O potro pode ser desmamado da égua quando tiver quatro ou cinco meses de idade. Seu aparelho digestivo terá se desenvolvido o suficiente para conseguir processar gramíneas e grãos, e já não dependerá da égua para a nutrição. A alimentação calórica antes fornecida para a égua deve ser gradualmente reduzida. Grãos devem ser lentamente retirados da dieta para incentivar a égua a parar de produzir leite. Após o desmame, a égua não deve ter grãos durante três dias a uma semana. Rações concentradas podem ser adicionadas de volta à dieta após este período, e para éguas que já estão com potro novamente, não se deve negar grãos por mais de uma semana. Sempre forneça pasto de qualidade ou um bom feno.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível