Consequências da alimentação errada

Escrito por michael o. smathers | Traduzido por eduardo levy
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Consequências da alimentação errada
Leite contém vitamina D, que pode ajudar a combater a depressão (Container of milk. Plastic milk bottle image by L. Shat from Fotolia.com)

O corpo humano requer nutrientes e calorias de carnes, legumes, grãos e laticínios, que fornecem três nutrientes que dão energia ao corpo: gorduras, carboidratos e proteínas. As gorduras são usadas para energia de longo prazo, os carboidratos para energia de curto prazo e as proteínas são os tijolos constituintes dos tecidos humanos. A obesidade e a desnutrição são perigos conhecidos da alimentação errada, mas há outros danos menos conhecidos.

Outras pessoas estão lendo

Desiquilíbrios eletrolíticos

Os eletrólitos são compostos químicos que conduzem cargas elétricas e, no corpo humano, ajudam o sistema nervoso a enviar impulsos elétricos como instruções para as operações do corpo. De acordo com o site MedicineNet, eletrólitos comuns no corpo humano incluem o sódio, o potássio, o clorídeo e o bicarbonato. Deficiência de potássio no sangue em consequência da não ingestão de frutas como banana pode causar arritmia cardíaca; isto é, batida irregular do coração, o que pode ser fatal.

Fraqueza do sistema imune

Células brancas sanguíneas são blocos constituintes do sistema imune e são criadas na medula óssea e nos gânglios linfáticos. Elas interceptam e destroem bactérias, evitando que o corpo se infecte. De acordo com o Clermont College, da University of Cincinnati, um sistema imune forte requer uma dieta rica em vitaminas A, C e E, bem como zinco. Sem esses nutrientes o corpo tem dificuldade de produzir essas células sanguíneas. Legumes verdes folhosos, como espinafre e alface, fornecem vitamina C e E, e cenouras fornecem vitamina A, que também beneficia a visão.

Depressão

Uma dieta pobre pode afetar negativamente a saúde física e mental. Por exemplo, consumir uma dieta com carência de vitamina D pode contribuir para a depressão. De acordo com o site Women to Women, pode-se obter vitamina D em peixes gordurosos, como o salmão, além do leite e de outros laticínios. A vitamina D ajuda na produção e transmissão de certos neurotransmissores essenciais, como a serotonina e a dopamina.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível