×
Loading ...

Efeitos colaterais da suplementação de Fucus vesiculosus

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Fucus vesiculosus, ou fava-do-mar, é um tipo de alga usada como um remédio fitoterápico para várias condições médicas, incluindo artrite, obesidade, problemas respiratórios, circulatórios e da tireoide. A Fucus pode também ser aplicada na pele para o tratamento de queimaduras, picadas de insetos e outros problemas. O seu componente ativo principal é o iodo. Como muitos outros remédios ervais e suplementos, a fava-do-mar pode ter alguns efeitos colaterais desagradáveis.

Algas como a fava-do-mar podem ser contaminadas com metais pesados (seaweed on rock image by pdtnc from Fotolia.com)

Tireoide

A Fucus é usada para tratar condições de produção alta ou baixa de hormônios pela tireoide, mas pode, na verdade, causar problemas na glândula se utilizada em excesso por conta das altas concentrações de iodo. Tomar uma quantidade significativa de iodo durante um longo período de tempo pode ocasionar bócio, ou inchaço da glândula tireoide, e aumentar o risco de câncer tireoidiano.

Loading...

Intoxicação por metais pesados

Como a Fucus é extraída do mar, existe a chance de estar contaminada por metais pesados ​​e outros venenos. Plantas aquáticas podem absorver substâncias, como arsênico, da água do mar e concentrá-las. Ao longo do tempo, os metais pesados ​​se acumulam no organismo e podem causar danos ao cérebro, ao rim e toxicidade neural, hemorragia anormal, câncer e muitas outras condições clínicas graves.

Hipoglicemia

De acordo com os National Institutes of Health, a fava-do-mar também pode causar hipoglicemia ou diminuição do açúcar no sangue. Os pacientes que têm condições de hipoglicemia ou diabetes ou aqueles que já tomam medicamentos ou suplementos que afetam os níveis de glicose no sangue devem tomar Fucus vesiculosus com cautela. Pode ser necessário ajustar a dose a fim de evitar problemas glicêmicos.

Afinamento do sangue

Foi relatado que os suplementos da Fucus ocasionam sangramento anormal, hemorragias pequenas e baixa contagem de plaquetas em alguns pacientes. As pessoas que já têm doenças hemorrágicas ou estão tomando medicamentos que aumentam o risco de hemorragia devem consultar um médico antes de usar o suplemento. Tal como acontece com as pessoas em risco de hipoglicemia, alguns ajustes de dosagem podem ser necessários. De acordo com o WebMD, a fava-do-mar pode retardar a coagulação e não deve ser ingerida durante pelo menos duas semanas antes de cirurgias.

Digestão

A Fucus e outras algas marrons contêm uma substância chamada ácido algínico, a qual está presente em muitos agentes laxantes. O uso rotineiro de suplementos da alga pode causar diarreia ou outros problemas digestivos.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...