Convulsão em adultos

Escrito por lexa w. lee Google | Traduzido por letícia resende
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Convulsão em adultos
Existem muitas causas possíveis de convulsões, incluindo epilepsia, infecções, baixo nível de açúcar no sangue e parada cardíaca (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Convulsões referem-se a sintomas que consistem na contração rápida, involuntária e tremedeira dos músculos. Essas reações são muitas vezes referidas como ataques. Elas geralmente duram de 30 segundos a dois minutos. Existem muitas causas possíveis em adultos, incluindo epilepsia, infecções, baixo nível de açúcar no sangue e parada cardíaca.

Outras pessoas estão lendo

Epilepsia

A epilepsia é uma causa muito comum de convulsões, de acordo com a University of Warwick. As convulsões crônicas podem ocorrer, elas são geralmente autolimitadas, e o paciente geralmente não requer hospitalização. No entanto, estado epiléptico ou convulsões contínuas, que não desaparecem depois de 30 minutos, podem ser fatais. Estes sintomas são um resultado da atividade do cérebro hiperativo que gera sinais elétricos anormais.

Hipóxia

Convulsões podem ser um sinal de parada cardíaca. Elas podem ocorrer quando problemas circulatórios interrompem o fluxo de sangue que alimenta o cérebro com oxigênio, resultando em hipóxia. Outras condições que resultam na insuficiência de oxigênio, como acidente vascular cerebral, asma, envenenamento ou exposição a gases tóxicos, também podem causar um indivíduo a sofrer convulsões.

Outras causas

É importante notar que as convulsões são um sintoma, que apontam para uma doença subjacente. Elas podem ser causadas por hipoglicemia, ou baixo nível de açúcar no sangue, o que é recorrente em diabéticos. De acordo com o MedlinePlus, outras causas incluem hipotensão grave ou pressão arterial baixa, assim como pressão arterial muito alta, overdose de drogas, crises de abstinência, choque elétrico, lesão na cabeça, intolerância ao calor, insuficiência renal, pré-eclâmpsia, picada de cobra e desequilíbrio eletrolítico .

Mais informações

Antes de uma convulsão, podem aparecer alguns sinais de alerta, como: ansiedade, náuseas, vertigens e perturbações visuais anormais. Os sintomas podem incluir convulsões acompanhadas por excreção de saliva, interrupção da respiração, urina ou perda de controle do intestino e movimento incontrolado dos olhos. Quando nessa situação, os pacientes devem ser protegidos de lesões e asfixia. A cabeça deve ser colocada em uma almofada, e as roupas devem ser afrouxadas. Nada deve ser posto na boca. Depois do atque, um indivíduo pode sentir-se confuso, apático e sonolento. Atendimento médico é aconselhado para as convulsões que persistirem após cinco minutos ou se for uma pessoa grávida, diabética ou que tenha sofrido uma lesão.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível