Cuidados com o gramado: doenças e pragas

Escrito por sue mccarty | Traduzido por débora cussiol
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cuidados com o gramado: doenças e pragas
Esta grama está sofrendo de vários problemas (Grass image by David Prantl from Fotolia.com)

Doenças e pragas podem arruinar a aparência e a saúde de um gramado bem cuidado. A chave para o bom cuidado é ser capaz de reconhecer e lidar corretamente com esses problemas. Encontrar seus primeiros sinais na grama faz com que sua eliminação seja mais fácil. Bolores e fungos são geralmente esporos transportados pelo ar, que se desenvolvem em gramados suscetíveis devido ao mau cuidado ou por conta das condições meteorológicas. Larvas se alimentam no subterrâneo e são mais difíceis de detectar.

Outras pessoas estão lendo

Identificação de doenças de grama

Embora existam muitas variedades de doença de grama, a maioria tem aparência distinta, o que pode tornar mais fácil sua detecção. Manchas nas folhas são consideradas a doença de grama mais destrutiva, de acordo com a North Dakota University Extension. Quando essa doença ataca um relvado, ela pode desencadear o desenvolvimento de outras. Manchas marrons arroxeadas desenvolvidas na grama infectada por estes fungos acabam causando, com o tempo, manchas grandes no gramado e o deixam desprotegido.

O clima quente do verão é cenário ideal para o desenvolvimento de manchas de verão, ou de anéis necrosados. Esta doença grave é identificável por áreas mortas dispersas de grama. Outra doença de clima quente é a da praga pythium, que se distingue pelo aparecimento de manchas irregulares gordurosas ou molhadas no gramado no início da manhã. A grama também pode ficar oleosa e pegajosa.

Linhas vermelhas, que geralmente se desenvolvem em condições úmidas e frias, são mais comuns em festuca ou em grama de centeio. Mechas vermelhas brilhantes deste fungo podem ser vistas nas pontas das lâminas foliares. Listra de ferrugem é outro fungo de tempo frio que deixa faixas verde-amareladas visíveis na grama. Se não tratada, a grama acabará se tornando cinza e depois preta.

Áreas de sombra são geralmente atacadas por oídio, um fungo que deixa esporos brancos em pó sobre a superfície da grama. Gramados bluegrass são particularmente suscetíveis a esta doença.

Considerações

Os efeitos das doenças de gramado são geralmente manchas de grama morta ou descoloridas. As doenças mais graves podem se espalhar por todo o gramado ou reaparecer durante anos se não forem controlada. Apesar de algumas não serem facilmente reconhecíveis, os efeitos principais incluem muitas vezes problemas de crescimento da grama, manchas nas folhas e revestimentos de pó branco ou preto ou manchas oleosas em suas superfícies. Algumas doenças, tais como manchas, são resistentes aos fungicidas comerciais, que são eficazes apenas se a doença for identificada nas fases iniciais da infecção. O sistema radicular inteiro de gramíneas contaminadas pode ser destruído por doenças não tratadas, sendo necessária a ressemeadura de áreas inteiras de gramados.

Cuidados com o gramado: doenças e pragas
Essas manchas brancas podem ser indícios da doença do oídio (green grass image by green308 from Fotolia.com)

Prevenção e solução

A maioria das doenças de grama pode ser evitada com atenção à manutenção do gramado. No entanto, mesmo os mais cuidadosamente tratados podem ser infectados devido à baixa ou excessiva irrigação, às condições meteorológicas, aos níveis de nutrientes e à aeração e drenagem do solo.

O preparo do solo antes da semeadura adequada ou a colocação de uma nova grama podem ajudar a prevenir várias doenças fúngicas graves, de acordo com a Universidade de Illinois. Sempre teste o solo antes da semeadura ou da plantação da grama a fim de garantir resultados mais saudáveis. Aplicações pesadas de fertilizante contendo azoto contribuem para o desenvolvimento de doenças de fungos. Embora a aplicação de fungicidas comerciais ajudarem as áreas não afetadas de um gramado, áreas doentes terão de ser replantadas. Alguns fungicidas são destinados a doenças específicas, por isso, leia sempre o rótulo antes da compra. Alguns só estarão disponíveis em lojas de agricultura.

Identificação de pragas de grama

O primeiro sinal de possível infestação de larvas são manchas descoloridas na grama, porque estas se alimentam do sistema radicular de um gramado. Embora este sintoma também possa ser o resultado de uma doença, verificar se realmente há larvas é simplesmente uma questão de virar parte da terra na borda da área afetada. A descoberta de pequenas larvas brancas em forma de C (com cerca de 2,5 cm de comprimento) indica a presença de pragas que podem ser devastadoras para a grama. O escaravelho europeu prefere colocar seus ovos em áreas secas da grama com exposição completa ao sol, enquanto o besouro-mascarado prefere uma área mais irrigada. O aparecimento de besouros-japoneses adultos que se alimentam durante o dia de frutas ou plantas ornamentais no quintal pode ser um indício de uma infestação de larvas. Os adultos põem seus ovos na grama bem regada e podem se tornar um sério problema de praga.

Cuidados com o gramado: doenças e pragas
A larva do besouro japonês é uma praga voraz (beetle juice image by Tammy Mobley from Fotolia.com)

Considerações

Enquanto larvas e besouros adultos podem ser difíceis de serem detectados na grama, uma pista infalível pode ser o aparecimento súbito de aves de forrageamento no quintal, ou o aparecimento de escavações feitas por jaritatacas ou guaxinins. Os besouros-japoneses e mascarados depositam seus ovos em julho, por isso, comece a verificar as áreas descoloridas a partir de meados de agosto até o início de setembro. Se, apesar de todos os esforços, houver danos generalizados na grama, as áreas afetadas irão precisar de reparo assim que o tempo começar a esfriar. Limpe bem as áreas afetadas e regue o lugar. Isso pode dar aos sistemas radiculares sobreviventes a chance de se recuperarem. Áreas extremamente nuas podem ser replantadas neste momento.

Cuidados com o gramado: doenças e pragas
Essas manchas nuas podem ser o resultado de danos causados por larva no gramado (grass image by green308 from Fotolia.com)

Prevenção e solução contra larvas

Embora isso possa criar um gramado feio, a Universidade de Illinois sugere que se permita a inatividade do gramado a fim de desencorajar o desenvolvimento de larvas. Os besouros-japonês e mascarado depositam seus ovos em julho, por isso, danos causados por larvas podem ser drasticamente reduzidos se a rega é suspensa durante o tempo geralmente seco da estação de crescimento. Manter uma boa vigilância sobre qualquer descoloração ou escurecimento da grama pode ajudar se as larvas forem descobertas e a grama imediatamente tratada com um inseticida comercial comprado em um centro de jardinagem local. O gramado deve ser regado imediatamente antes e depois de qualquer aplicação de inseticida. Controle orgânico de larvas, como o uso de nematoides HB -- pequenos vermes que matam as larvas liberando bactérias -- pode ser encomendado através de catálogos de jardinagem.

Cuidados com o gramado: doenças e pragas
O besouro europeu adulto (chafer image by Zakharchenko from Fotolia.com)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível