Cuidados com a orquídea Vanda

Escrito por diane stevens Google | Traduzido por victor hugo santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cuidados com a orquídea Vanda
As espigas seguram as flores da orquídea Vanda (Vanda, Orchidee image by photosite from Fotolia.com)

Nativa da Ásia tropical, as orquídeas Vanda crescem bem em climas temperados, em locais de luz e sombra. Em climas frios, elas podem ficar expostas no verão, mas precisam ser levadas para dentro durante o inverno. Vandas enquadram-se na categoria de orquídeas monopodiais, nas quais o crescimento vem da coroa da planta. As folhas crescem a partir da coroa e as espigas de flores, que suportam de oito a dez flores, crescem da base da folha.

Outras pessoas estão lendo

Luz

Em climas quentes, as Vandas preferem pegar o sol da manhã inteira e sombra parcial a partir do sol do meio-dia, especialmente durante o verão. Coloque-as em um local onde irão receber sol pleno, quando trouxe-las para dentro, durante o inverno. Ao mudar a localização da planta para um lugar que tenha mais luz do sol, aumente a iluminação lentamente, porque Vandas precisam acostumar-se com a luz mais clara.

Temperatura

Como qualquer orquídea, Vandas preferem temperaturas quentes. Elas progridem em temperaturas noturnas de 15 a 21 graus centígrados e em diurnas de, no máximo, 35 graus. Ajuste outros fatores tais como a umidade e a fertilização com base na gama de temperatura da planta, porque, com temperaturas propícias, o crescimento é rápido e, portanto, há uma necessidade a mais de água e fertilizante.

Água

A quantidade de vezes que a planta precisa de rega depende da onde você está cultivando-a. Já que as Vandas progridem melhor quando suas raízes têm a oportunidade de secar rapidamente entre as regas, é comum vê-las plantadas em cestos de ripas de madeira. Regue diariamente, de preferência no início do dia. Se a planta estiver em um vaso, regue uma ou duas vezes por semana. O número de regas dependerá da temperatura. Quanto mais quente for a temperatura, mais água precisará.

Umidade

Com uma preferência por umidade entre 60 a 80 por cento, cultivar Vandas ao ar livre, em um clima quente e tropical, fornece o ambiente necessário. Para cultiva-la dentro de casa, utilize uma bandeja de umidade e nebulização.

Fertilizante

Fertilize regularmente, utilizando um fertilizante equilibrado, tal como o 20-20-20. Quando o tempo estiver quente, aplique um reforço semanal, ou reduza para um quarto de adubo e fertilize a cada rega. Se o tempo estiver frio ou nublado, diminua o adubo, aplicando-o uma vez a cada duas ou quatro semanas.

Envasamento

Faça o envasamento na primavera, se necessário. Plantas cultivadas em vasos precisão ser replantadas a cada dois anos. Vandas cultivadas em cestas não precisam ser reenvasadas tantas vezes e devem ser deixadas em seu cesto a menos que haja um problema com o substrato. Ao reenvasar uma Vanda crescida em uma cesta, coloque toda a cesta com a planta na água, fazendo com que suas raízes fiquem mais flexíveis. Então, replante o vaso e a planta inteira em uma cesta maior. Para Vandas cultivadas em vasos, remova cuidadosamente a planta do vaso antigo, posicione-a no centro do vaso novo, e preencha o vaso com um material de plantio destinado a orquídeas rústicas, colocando tal material (cascalho, serragem) ao redor das raízes. Mantenha a planta na sombra, com umidade alta, mas pouca água até que novas pontas da raiz comecem a crescer.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível