Mais
×

Cultivando Spirulina platensis

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

A Spirulina platensis, uma alga azul microscópica (cianofícea) conhecida por seu elevado teor proteico, pode ser cultivada tanto em média e larga escalas quanto para consumo pessoal. Cultivada desde o século XIII, cresce em água salobra e atinge pleno desenvolvimento em aproximadamente quatro meses. Quando não se desenvolve direito, deve ser tratada com carbonato de sódio, sal, cal ou outras substâncias. Está pronta para a colheita logo após atingir a maturidade e, depois de seca, é usada no preparo de comida ou como suplemento alimentar.

Instruções

Algas cultivadas eram parte essencial da alimentação azteca (Jupiterimages/PhotoObjects.net/Getty Images)
  1. Separe uma área de sua propriedade que receba luz solar ao longo do dia. Cave um buraco no chão que seja um pouco maior que a circunferência e profundidade de seu vaso e insira-o em seu interior com a abertura virada para cima. Preencha agora com terra o vão entre vaso e solo e assente-a.

  2. Aplique uma camada de 2,5 cm de adubo de biogás no fundo do vaso. Adicione em seguida um grama de sal marinho para cada 13 litros de água a ser armazenada e misture tudo com a colher de madeira.

  3. Espalhe a cultura de microalgas no composto, encha o vaso com água potável e mexa em seguida.

  4. Deixe a mistura descansar durante a noite.

  5. Mexa o composto quatro vezes por dia por durante quatro dias.

  6. A cor verde escuro da composição anuncia a melhor hora para a colheita. Faça-a com o pano de coalho, para retirar as algas do vaso e drená-las. Deixe-as secar à sombra, em seguida.

Dicas

  • Espere mais um dia para a colheita, caso as algas não tenham absorvido muito a luz do sol.

O que você precisa

  • Vaso de barro grande (com capacidade para cerca de 40 litros)
  • Sal marinho
  • Adubo de biogás
  • Colher de madeira
  • Cultura de Spirulina
  • Pano de coalho
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article