Como cultivar cogumelos a partir de esporos

Escrito por philip mcintosh | Traduzido por jessica pietro pupo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como cultivar cogumelos a partir de esporos
Uma coleção de cogumelos Agaricus (Photos by Ian Grant, Jason Hollinger)

Cogumelos podem ser cultivados a partir de esporos ou cultura de tecidos. Cultivos de esporos resultam em populações de cogumelos geneticamente diferentes. Ele é útil quando se deseja isolar e testar novas cepas. Os procedimentos para desenvolvimento de cogumelos são espécie-específicos. Supõe-se que o produtor saiba como cultivar um cogumelo de interesse, em particular, uma vez que prole o suficiente tenha sido obtida.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Esporos de cogumelos
  • Ágar de extrato de malte (MEA)
  • Placas de Petri (pratos)
  • Substrato adequado para as espécies
  • Lamparina de álcool
  • Gancho de inoculação
  • Solução de cloreto de sódio (0.9 por cento W/V)
  • Panela de pressão
  • Tubos de ensaio
  • Frascos Erlenmeyer
  • Filme plástico
  • Jarras ou sacos para a produção de micélios

Lista completaMinimizar

Instruções

    Preparando os materias

  1. 1

    Prepare 500 a 1000 ml de MEA, de acordo com as instruções do fabricante.

  2. 2

    Coloque a solução de cloreto de sódio nos tubos de ensaio e o MEA nos frascos Erlenmeyer. Não encha os tubos e frascos mais do que até a metade e cubra levemente.

  3. 3

    Esterilize a solução de cloreto de sódio, MEA e placas de Petri (caso não sejam estéreis) em uma panela de pressão, à 121 graus Celsius e 1 atm, por 15 a 20 minutos.

  4. 4

    Remova o MEA, a solução cloreto de sódio e as placas de Petri da panela de pressão e deixe esfriar.

  5. 5

    Quando o MEA tiver esfriado o suficiente para que seja manejado, mas antes de solidificar, levante a tampa de cada placa de Petri cuidadosamente e coloque de 10 a 20 ml de MEA fundido.

  6. 6

    Deixe as placas de MEA e cloreto de sódio esfriarem à temperatura ambiente.

    Colocando os esporos nas placas

  1. 1

    Esterilize o gancho em uma lamparina de álcool. Deixe que o fio esquente até ficar vermelho e, então, deixe esfriar por 5 segundos.

  2. 2

    Mergulhe o gancho na solução de cloreto de sódio para coletar uma gota de fluido. Espalhe a gota sobre uma pequena área na impressão dos esporos (ou outra fonte de esporos) para criar uma mistura líquido/esporos. Repita esse processo diversas vezes, esterilizando o gancho entre cada uma.

  3. 3

    Mergulhe o gancho na suspensão de cloreto de sódio e esporos, para coletar esporos.

  4. 4

    Erga a tampa da placa de ágar apenas o suficiente para permitir acesso para o gancho.

  5. 5

    Espalhe a suspensão de esporos do gancho sobre a superfície do ágar e pegue a placa novamente. Repita com quantas placas você desejar (pelo menos cinco ou seis).

  6. 6

    Feche as placas de ágar com filme plástico para prevenir o ressecamento. Incube os esporos a temperatura e condições de iluminação adequadas para as espécies.

  7. 7

    Observe as placas a cada poucos dias, procurando por sinais de germinação. Um crescimento branco felpudo (um micélio) na superfície do ágar, indica a presença de um fungo (mas pode não ser um fungo que cresceu à partir dos esporos).

    Como cultivar cogumelos a partir de esporos
    Cultivando cogumelos a partir de esporos

    Isolando uma cultura pura

  1. 1

    Compare o micélio com descrições publicadas do micélio que você está tentando cultivar.

  2. 2

    Se o micélio parecer com o esperado, purifique a cultura, cortando pedaços e transferindo-os para placas de ágar fresco.

  3. 3

    Continue cortando pedaços da ponta das colônias em expansão, até que uma colônia pura e livre de bactérias seja obtida.

    Preparação da prole

  1. 1

    Corte e transfira pedaços de micélio purificado para jarras de fibras esterilizadas ou substrato de lascas de madeira. O tipo de substrato usado depende da espécie do cogumelo.

  2. 2

    Incube os micélios principais em condições adequadas para a espécie, até que o substrato esteja completamente colonizado com micélios.

  3. 3

    Agite os recipientes dos micélios periodicamente para fragmentar o substrato e agilizar a colonização.

  4. 4

    Use os micélios principais para inocular outros recipientes e produzir mais micélios.

    Inoculando o substrato para crescimento de cogumelos

  1. 1

    Agite os recipientes dos micélios vigorosamente, para fragmentar os mesmos.

  2. 2

    Coloque os micélios em sacos ou bandejas de substrato para o crescimento de cogumelos.

  3. 3

    Misture cuidadosamente os micélios no substrato, mexendo ou agitando.

  4. 4

    Proceda de acordo com métodos publicados sobre como cultivar o micélio e iniciar o processo de frutificação das espécies sendo cultivadas.

Dicas & Advertências

  • Trabalhe rapidamente quando estiver despejando o ágar ou transferindo o inóculo, para reduzir a contaminação.
  • Tempo e esforço podem ser poupados, comprando placas de ágar estéreis e pré-preparadas.
  • O MEA é um bom meio geral para o cultivo de cogumelos, mas outro tipo de meio pode ser mais apropriado, dependendo da espécie.
  • Panelas de pressão podem ficar quentes e causar ferimentos. Siga as instruções de manutenção e operação do fabricante.
  • Recipientes esterilizados são quentes e precisam ser manejados com luvas resistentes ao calor, para evitar queimaduras e derramamentos.
  • Deixe as tampas dos recipientes sendo esterilizados soltas, para permitir que a pressão equalize durante o processo de aquecimento e resfriamento.
  • Todos os recipientes a serem esterilizados devem ser feitos de material autoclavável.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível