Como cultivar plantas aquáticas em lagos de plástico

Escrito por colleen de koning | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como cultivar plantas aquáticas em lagos de plástico
Cultivar plantas aquáticas em um lago de plástico cria um visual mais natural (man made pond image by Wimbledon from Fotolia.com)

A instalação dos lagos de plástico pré-formados é simples, e eles são disponibilizados em quase todos os tamanhos e formatos. Embora haja muitos benefícios em instalar esse tipo de tanque, eles não parecem naturais sem as plantas apropriadas para suavizar suas bordas duras e proporcionar interesse visual. Cultivar plantas aquáticas em lago de plástico permite-o misturar-se à paisagem. Acrescentar uma combinação de plantas flutuantes, submersas e marginais produz um ambiente saudável para os peixes, atraindo animais silvestres, como pássaros, libélulas e borboletas ao seu quintal.

Nível de dificuldade:
Fácil

O que você precisa?

  • Floreiras ou cestos
  • Cascalho
  • Tijolos
  • Barbantes
  • Argila, terra ou lama de lagoa
  • Vasos de argila

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Coloque plantas aquáticas marginais (p. ex., inhame-preto, cálamo-aromático, juncos ou canáceas) em terra argilosa ou lama de lagoa dentro de floreiras rasas nas bordas ou prateleiras do lago. Cultive-as invertendo o vaso de argila na borda para transformá-lo em uma base. Se o lago não tiver prateleiras, empilhe tijolos no fundo até a floreira, assentada na superfície, ficar submersa a cerca de 15 cm acima da borda de seu recipiente.

  2. 2

    Amarre, em feixes, as plantas oxigenadoras submersas; cornucópia é uma boa opção. Enrole barbante em torno do tijolo e amarre-o em um feixe de plantas. Deixe o tijolo afundar na área mais profunda do lago, longe de bombas ou filtros. As plantas submersas não precisam de floreiras ou terra.

  3. 3

    Coloque plantas foliares flutuantes, como lírios, em floreiras cheias até a metade com terra ou lama de lagoa. Preencha a floreira com cascalhos até a coroa da planta e submerja-a a uma profundidade de 45 cm. Coloque tijolos no fundo do lago para elevar a planta.

  4. 4

    As plantas de flutuação livre em lago não precisam de quaisquer cuidados especiais, mas devem ser mantidas longe de espumadores e filtros, pois suas raízes rastejantes podem obstruí-los. A pacífica Azolla fornece uma boa cobertura de superfície e multiplica-se rapidamente.

Dicas & Advertências

  • Encha as floreiras com cascalhos ou pedregulhos para impedir que os peixes colidam nelas ou alimentem-se das raízes das plantas.
  • Recipientes plásticos grandes de morangos servem como floreiras baratas em lagos.
  • Verifique com seu viveiro de plantas local antes de introduzir plantas oxigenadoras submersas, como Anacharis. Muitas espécies são consideradas invasivas.
  • Além disso, verifique também junto ao viveiro de plantas antes de introduzir plantas de flutuação livre, como alface-d'água ou jacinto aquático, pois são consideradas espécies invasivas em muitos locais.
Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível