Mais
×

Como curar uma fundação de concreto

Atualizado em 20 julho, 2017

A cura indevida do concreto é a maneira mais rápida para arruiná-lo. A proporção de água para cimento no concreto produz uma reação química que gera calor. Isso causa o processo de hidratação responsável pela resistência do concreto (endurecimento). A cura ou resfriamento do concreto imediatamente após ele ter sido derramado e acabado para evitar a hidratação rápida ou perda de umidade antes que atinja a resistência desejada é crítica. A cura do concreto de acordo com as práticas comuns da indústria ajudará a prevenir condições indesejáveis, tais como fraqueza, diminuição da resistência à penetração de cloreto, além de rachaduras e retração.

Instruções

A cura indevida do concreto pode gerar rachaduras (Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images)
  1. Escolha o melhor método de cura com base no tipo de mistura do concreto. Por exemplo, o concreto com uma proporção de água para cimento abaixo de 0,40 é, tipicamente, curado a úmido. Comece a cura da fundação de concreto imediatamente após o acabamento ter sido concluído. Molhe a superfície do concreto com água. Use um revestimento protetor que retém a umidade ou água, tal como plástico ou estopa. Esta pode requerer reumedecimento. Cubra a fundação de concreto com a cobertura protetora. Sobreponha generosamente a cobertura protetora nas uniões. Use blocos de cimento ou pedaços de madeira para ancorá-la. Prenda as uniões para que o vento não a erga.

  2. Proteja contra temperaturas excessivas, umidade e vento. Estas condições afetarão o resultado final. Deixe a forma no lugar, pois ela pode ajudar a prevenir a perda de umidade. Umedeça a forma de madeira em temperaturas quentes.

  3. Deixe a cobertura de proteção no lugar de acordo com as especificações ou práticas da indústria em geral -- três a sete dias para pequenos projetos; duas semanas para projetos maiores. Diferentes tipos de mistura, tamanho da fundação de concreto ou resistência desejada determinarão quanto tempo deve durar a cura. Monitore a superfície do concreto e as coberturas de proteção durante todo o tempo de cura para evitar pontos secos no concreto ou deslocamento das coberturas protetoras.

Dicas

  • Assegure-se de que quaisquer compostos de cura usados serão compatíveis com todos os revestimentos a serem aplicados no futuro.
  • É recomendável evitar a cura de lajes exteriores em série quando as temperaturas estão abaixo de 4 °C para ajudar a eliminar a água naturalmente mantida.
  • Há vários materiais e métodos eficazes para a cura de concreto, tais como folhas de polietileno, compostos de membranas líquida para pulverização, palha, feno ou estopa umedecida, vapor vivo e mantas de cura.
  • Considere o tempo de evaporação para sangria de água, os tempos de cura inicial e final do concreto, para determinar quando para curá-lo.

Aviso

  • Determinados materiais de cura podem descolorir as superfícies do concreto.
  • As coberturas ou mantas de proteção podem deixar marcas na superfície do concreto se não forem instaladas de forma uniforme e lisa.
  • Não interrompa a cura do concreto antes de atingir 70% de sua resistência à compressão.
  • O uso dos métodos de cura a úmido ou de cobertura protetora pode não ser de custo eficaz em grandes projetos. Considere um dos vários compostos de cura para pulverização disponíveis.

O que você precisa

  • Água
  • Cobertura protetora
  • Âncoras de peso (blocos de cimento ou pedaços de madeira)
  • Fita
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article