O que é a curva de seis sigma?

Escrito por elliott taylor | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é a curva de seis sigma?
Entender a curva de seis sigma é bastante simples, mas requer certa habilidade matemática (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

O seis sigma é uma filosofia empresarial desenvolvida na década de oitenta para oferecer ao cliente excelência em qualidade através da produção de produtos livres de defeitos e padronizados. O termo refere-se a um processo que é tão preciso que todas as variações das características essenciais de um produto, como por exemplo, o diâmetro de um rolamento, se enquadram na média de seis sigma do processo. A curva desse método representa graficamente as medições da variação do processo.

Outras pessoas estão lendo

Entendendo o sigma

O sigma é o caractere grego usado pelos matemáticos para representar o desvio padrão de uma amostra. Muitas vezes, esse desvio é chamado de "média das médias". Ele é calculado encontrando a média de um conjunto de valores e, depois, a diferença de cada valor da média, também chamada de desvio. Cada desvio é elevado ao quadrado e, finalmente, a média dos quadrados é calculada. Esse número é o desvio padrão da amostra.

Entendendo a distribuição normal

Uma amostra é considerada normalmente distribuída se, quando representada graficamente, ela cai em uma distribuição normal, chamada assim por causa de sua forma. Embora muitas amostras sejam normalmente distribuídas, se uma for bastante grande, com 30 ou mais pontos de dados, podemos considerar que os dados são normalmente distribuídos. Isso é importante, porque a curva de seis sigma e os seus cálculos subjacentes são baseados em uma amostra de distribuição normal.

A curva de seis sigma

Estatisticamente, 68,2% de uma amostra de uma distribuição normal caem dentro de mais ou menos um sigma da média. Portanto, se sua média for 30 e o desvio padrão for dois, 68,2 de 100 observações estarão entre os valores 28 e 32. Ao adicionar outro sigma, você atinge 95,44%. Ou seja, que 95,44% das observações estarão entre 26 e 34. E quase todas as observações, 99,73%, estão dentro de mais ou menos três desvios padrão da média que, em outras palavras, significa estar entre 24 e 36, no exemplo acima. Cada desvio acrescenta menos ao percentual total do que o anterior a ele.

Entretanto, no momento em que você alcançar seis sigma, 99,99966% das observações em sua amostra estarão dentro de seis desvios padrão da média. Quando esse for o caso, o seu processo demonstra ter um controle de qualidade excepcional. Outra maneira de dizer isso é que, para cada milhão de observações, apenas 3,4 estão fora dos limites calculados de seis sigma. Se você olhar para a curva da distribuição normal que representa a amostra das observações do seu processo, apenas uma quantidade insignificante de observações irá mostrar estar fora dos limites de mais ou menos seis sigma. Em termos práticos, essa é a estabilidade máxima que um processo pode alcançar.

Conselhos e advertências

O seis sigma significa mais ou menos seis desvios padrão da média. Em outras palavras, a diferença entre o valor mínimo, ou limite inferior de controle, e o máximo, ou limite superior de controle, é na verdade 12 sigma. Não cometa o erro de calcular apenas mais ou menos três desvios padrão, que é um intervalo de apenas seis desvios padrão.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível