Dicas para equalização do baixo

Escrito por hannah scott | Traduzido por filipe romao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O baixo tem o dever de governar o ritmo subsônico de uma canção. Com o dever, vem a responsabilidade de conectar a bateria e a melodia (guitarra e vocais). Muitas vezes, a vibração sonora do baixo é perdida no volume da melodia ou dominado pelas altas frequências dos pratos da bateria e as baixas frequências dos tons e do bumbo. Uma boa equalização é necessária para o baixo romper as frequências altas e as baixas, a fim de trazer a mistura de instrumentos de volta para um equilíbrio firme e bonito.

Outras pessoas estão lendo

Equalização para baixa frequência

Posicione os botões no zero em todas as frequências. Começar do zero é uma boa maneira de encontrar a melhor equalização. Enquanto a bateria leva o ritmo, e a guitarra e vocais executam a melodia, toque o baixo e ajuste a baixa frequência de de tal maneira que você possa senti-lo integrado à música. De acordo com Justin Matley (ver Referência), reduzir os volumes das frequências superiores a 150 Hz ajuda a manter a presença do instrumento no conjunto.

Equalização para frequências médias

Depois de ter definido os volumes das bandas de baixa frequência, é hora de passar para as médias. Elas abrangem uma vasta extensão de frequências que ajudam a trazer clareza para os demais instrumentos. Experimente volumes médios nas frequências de 500Hz a 900Hz e ouça qual será o timbre do baixo. Um bom ponto de partida para experimentar um bom som, é ajustar o volume da frequência de 500Hz em 5 dB, e ajustar os volumes de maior frequência de acordo com a sua preferência.

Equalização para altas frequências

Depois que os volumes das frequências médias forem ajustadas visando o encaixe do baixo junto com os outros instrumentos musicais de baixa e alta, o foco vai para o ajuste dos volumes das bandas de alta frequência. A configuração destes volumes evidencia a característica das cordas zumbindo contra os trastes no braço do baixo, a fim de tornar mais evidente a dinâmica do instrumento. O incremento de volume nas altas frequência propicia melhor desempenho do som em estilos "slap/pop-bass". De acordo com Justin Matley, incrementar os volumes das altas frequências superiores a 8KHz, ajuda a manter o zumbido das cordas presente na mistura dos demais instrumentos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível