Diferença entre fusíveis de ação lenta e fusíveis de ação rápida

Escrito por kevin boone | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferença entre fusíveis de ação lenta e fusíveis de ação rápida
Os fusíveis impedem equipamentos de serem danificados em casos de sobrecarga (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Inventados em 1890 por Thomas Edison, os fusíveis protegem a fiação e equipamentos contra superaquecimento, quebrando o circuito (arrebentando) quando a corrente nesse circuito excede uma classificação específica. Fusíveis não são dispositivos de "proteção contra choque".

Outras pessoas estão lendo

Propósito

Quando a corrente excede a taxa de corrente específica do fusível, a ligações internas derretem, quebrando o circuito. Isto evita riscos de chamas que podem causar danos de superaquecimento do equipamento em situações de sobrecarga.

Fusíveis de ação lenta

Fusíveis com golpe lento (tempo de atraso) têm um recurso interno de atraso de tempo que os impedem de arrebentarem em sobrecargas de correntes intermitentes (motores grandes, condicionadores de ar e secadores). Os fusíveis com esse dispositivo só arrebentam em condições de sobrecarga de corrente constante ou repetida.

Fusíveis de ação rápida

Fusíveis regulares e de ação rápida arrebentam instantaneamente. Eles protegem circuitos eletrônicos domésticos e de iluminação, entre outros. Os equipamentos que utilizam esses circuitos são sensíveis a surtos de corrente.

Considerações

Fusíveis de ação retardada devem ser usados em circuitos que requerem partida picos (motores, secadores e condicionadores de ar). Fusíveis de ação rápida devem ser usados em circuitos de motores que oscilam com mais frequência.

Exemplos

Se um circuito tem uma classificação atual de 15 amperes e uma tensão nominal de 120 volts, então, a classificação da corrente não deve exceder 15 amperes e a tensão deve ser de "pelo menos" 120 volts. É normal substituir fusíveis com classificações mais elevadas de tensão do que o fusível original.

Advertências

Ao substituir fusíveis, nunca exceda a classificação da corrente e use, pelo menos, a mesma tensão do fusível que estiver sendo substituído; siga as recomendações do fabricante. Quando estiver em dúvida, consulte um eletricista ou técnico. Nunca tente modificar circuitos elétricos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível