Diferença entre o óleo e o extrato de rosa-mosqueta

Escrito por contributing writer | Traduzido por luciana p. s. lopes
Diferença entre o óleo e o extrato de rosa-mosqueta

Frutos da rosa-mosqueta

NA/Photos.com/Getty Images

O óleo e o extrato de rosa-mosqueta têm sido utilizados há séculos com muitos objetivos diferentes. O óleo é excelente para a pele e é utilizado devido às suas propriedades antienvelhecimento, bem como para tratar problemas de pele, cicatrizes e queimaduras. O extrato é utilizado na forma de suplemento alimentar e é conhecido por ser um agente anti-inflamatório para a osteoartrite e uma boa fonte de bioflavonoides e vitamina C.

Outras pessoas estão lendo

Histórico

As rosas são conhecidas por sua beleza única e fragrância embriagante, mas são os frutos da rosa-mosqueta que têm sido valorizados ao longo da história por suas propriedades benéficas à saúde. Os pesquisadores da Universidade de Concepción, no Chile, foram os primeiros a descobrir os benefícios e as intensas propriedades curativas do óleo de rosa-mosqueta.

Benefícios do óleo de rosa-mosqueta

O óleo de rosa-mosqueta ajuda na cicatrização de muitas doenças de pele, como acne, dermatites, eczemas, cicatrizes, queimaduras de sol, estrias e unhas enfraquecidas. É rico em vitamina A, ácidos graxos essenciais e vitamina C, além de ser considerado um óleo regenerador.

Como o óleo é feito

O óleo de rosa-mosqueta pode ser feito através da prensagem a frio do fruto em extratores, o que geralmente que seja feito pela empresa que o fabrica. Em casa, os frutos ou as sementes de rosa-mosqueta frescas ou desidratadas podem ser utilizadas. Coloque-as em um pote e, em seguida, adicione qualquer tipo de óleo, como o vegetal ou o azeite.

Benefícios do extrato de rosa-mosqueta

Já foi comprovado que o extrato de rosa-mosqueta reduz a dor e a inflamação e melhora a movimentação de pessoas com osteoporose. O extrato também mostrou ter um certo efeito de proteção no tecido estomacal.

Como o extrato é feito

A fabricação do extrato é um processo intrincado, mas, basicamente, o fruto ou a semente fresca ou desidratada da planta é picado e amassado até formar um líquido, como o álcool, coando as partes sólidas em seguida. Os extratos são preparados de concentrados líquidos utilizados em tinturas e como medicamento.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2015 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media